Tempo
|
A+ / A-

Coronavírus. Número de infetados em Portugal pode ser dez vezes superior aos números oficiais

28 mar, 2020 - 13:47 • André Rodrigues com Redação

O cenário é admitido por uma rede europeia de especialistas que criou um modelo matemático da propagação do vírus e concluiu que o número de doentes com Covid-19 em Portugal poderá ascender, por estes dias, a um mínimo de 47 mil.

A+ / A-

Veja também:


O número de infetados pelo novo coronavírus em Portugal poderá ser, pelo menos, dez ou 11 vezes superior ao que indicam os números oficiais.

O cenário é admitido por uma rede europeia de especialistas que criou um modelo matemático da propagação do vírus e concluiu que o número de doentes com Covid-19 em Portugal poderá ascender a um mínimo de 47 mil, tendo por base os dados epidemiológicos conhecidos até ontem, sexta-feira.

Jorge Buescu, matemático e professor da Universidade Nova de Lisboa, integra este consórcio de especialistas e explica à Renascença que o seu trabalho consistiu em "adaptar um método desenvolvido por um catdrático de Análise Matemática da Universidade de Sevilha, o Antonio Durán, que concebeu um método para estimar precisamente esse número, o dos invisíveis, e que são a maioria. Os casos que chegam aos hospitais são 20%."

"Nós não estamos a fazer o suficiente para seguir esses invisíveis e estas estimativas são razoavelmente rigorosas. Partimos do princípio de que as quarentanas estão a ser eficazes, pelo que 90 mil é o cenário pior, é o que supõe que não estão a ser eficazes O numero real andará algures ali a meio [na casa dos 40 mil]", explica Jorge Buescu.

Evolução do coronavírus em Portugal

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.