A+ / A-

Ford vai produzir ventiladores nas suas fábricas

25 mar, 2020 - 09:40 • Inês Braga Sampaio

Os Estados Unidos são já o terceiro país do mundo mais afetado pela pandemia do novo coronavírus, com 54.941 casos confirmados.

A+ / A-

A gigante norte-americana Ford anunciou que vai redirecionar os seus recursos para o fabrico de equipamento médico e de proteção, nomeadamente ventiladores, para combate à pandemia do novo coronavírus.

A marca vai usar, entre outras, peças de automóveis e impressoras 3D para construir ventiladores, para prestar assistência médica aos doentes de Covid-19, respiradores e viseiras de proteção, para proteger os profissionais de saúde.

A expectativa é fabricar mais de 100 mil viseiras de plástico por semana.

“Encorajámos os nossos engenheiros e designers a serem engenhosos e criativos para podermos rapidamente ajudar a aumentar a produção de equipamento essencial”, afirmou o presidente e CEO da Ford, Jim Hackett, citado pelo site oficial da marca.

Os Estados Unidos são já o terceiro país do mundo mais afetado pela pandemia do novo coronavírus, com 54.941 casos confirmados. A Covid-19 já matou 784 pessoas.

A nível mundial, o novo coronavírus, responsável pela pandemia de covid-19, já infetou mais de 400 mil pessoas, das quais morreram cerca de 18.000.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+