|

 Casos Ativos

 Suspeitos Atuais

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Português com coronavírus vai ser transportado de madrugada para hospital no Japão

24 fev, 2020 - 17:54 • Redação com Lusa

Autoridades japonesas confirmaram no domingo que Adriano, canalizador no navio Diamond Princess, atracado no porto de Yokohama, deu teste positivo ao Covid-19

A+ / A-

Adriano Maranhão, o português infetado com coronavírus, vai ser transportado amanhã para um hospital no Japão, avançou a mulher do tripulante do 'Diamond Princess' à RTP3. Hoje foi visto pelo médico do barco que o medicou para a febre, disse à Lusa Emmanuelle Maranhão.

A informação foi entretanto confirmada pela Direção-Geral de Saúde (DGS). Em conferência de imprensa, Graça Freitas explicou que os sintomas do tripulante do navio de cruzeiros Diamond Princess indicam que a situação “não seja grave” e expressou a sua “empatia e simpatia” para com a família do trabalhador português, cuja mulher tem manifestado, em declarações à comunicação social, queixas de falta de acompanhamento da situação do marido.

No domingo, as autoridades japonesas confirmaram que Adriano, canalizador no navio Diamond Princess, atracado no porto de Yokohama, deu teste positivo ao coronavírus Covid-19, de acordo com fonte oficial do Ministério dos Negócios Estrangeiros.

Esta segunda-feira de manhã, em entrevista à Renascença, Adriano Maranhão já tinha manifestado vontade em ser transferido para um hospital devido à degradação do seu estado de saúde.

De acordo com a diretora-geral da Saúde, inicialmente havia suspeitas de infeção entre oito portugueses que estavam no navio - três passageiros e cinco tripulantes.

Os passageiros não acusaram a doença e, dos tripulantes, quatro tiveram resultados negativos. Quanto a Adriano Maranhão, canalizador no Diamond Princess, não tinha inicialmente sintomas, mas o exame revelou-se positivo.

Também esta segunda-feira, o ministro dos Negócios Estrangeiros tinha dito que o Governo português continuava a insistir com as autoridades japoneses para que o português infetado com o novo coronavírus, retido no navio no Japão, fosse transferido para uma unidade hospitalar.

"O nosso concidadão continua no navio em quarentena e ainda não foi transferido para um hospital de referência. Continuamos a insistir com as autoridades japoneses para que o seja. Esperamos que venha a ser nas próximas horas ou dias", disse à Lusa Augusto Santos Silva.

O ministro disse ainda ter a informação de que o estado de saúde de Adriano Maranhão passou a ser sintomático.

Também hoje, o diretor-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS) avisou que o mundo tem de se preparar para uma "eventual pandemia" do novo coronavírus, considerando "muito preocupante" o "aumento repentino" de casos em Itália, Coreia do Sul e Irão.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.