|

 Confirmados

 Suspeitos

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

GNR

Cavaleiro tauromáquico João Moura detido por suspeita de maus tratos a animais

19 fev, 2020 - 18:33 • Redação

Crime de maus tratos a animais de companhia é punido com pena de prisão até um ano.

A+ / A-

A Guarda Nacional Republicana (GNR) deteve esta quarta-feira o cavaleiro tauromáquico João Moura, de 59 anos, por suspeita do crime de maus tratos a animais de companhia.

Segundo a Rádio Elvas, que avançou com a notícia, a detenção terá ocorrido na herdade que é propriedade de João Moura, em Monforte, vila no distrito de Portalegre.

João Moura foi já presente a um juiz, no Tribunal de Portalegre, para primeiro interrogatório.

A detenção do cavaleiro acontece na sequência de uma investigação, após denúncia anónima, levada a cabo pelo Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA) da GNR.

O jornal Correio da Manhã avança que foram resgatados esta quarta-feira 18 cães da raça Galgo Inglês (da qual João Moura é criador) na herdade de Monforte, apresentando sinais de subnutrição.

De acordo com o Código Penal, crime de maus tratos a animais de companhia é punido com pena de prisão até um ano ou com pena de multa até 120 dias.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Ironia...
    20 fev, 2020 14:03
    Fica bem patente o quanto os adeptos de touradas gostam de animais
  • António Ferreira
    19 fev, 2020 21:19
    Boa noite. Gostaria de elogiar a "briosa" atitude desse anónimo cidadão, que denunciou, estas "atrocidades" infligidas a estes animais. Parece-me haver aqui apenas uma vontade de escolher uma figura importante da nossa tauromaquia para "dar o exemplo" e, puni-o pelo que faz. (Devo referir que não gosto de touradas mas tenho o máximo respeito pelos que gostam)... Como sugestões a esse "corajoso denunciante, queria sugerir-lhe que observasse nas ruas das nossas cidades e nos canis, a forma como os cães vivem, e que foram abandonados como resultado da lei que proíbe eutanasiar animais...(irónico não é?)....que esses senhores aprovaram! ( Provavelmente mais esfomeados do que os de João Moura!) Como conselho final...que acompanhe os telejornais ás segundas feiras e, analise o civismo desta "pacifica" geração , nas noites de fim de semana à porta das discotecas do nosso país e nos estádios de futebol!
  • Filipe
    19 fev, 2020 évora 20:55
    Consegue as forças de segurança e Ministério Público ganharem uma taça de mérito ou até candidatos a Nobel da paz , mas esquecem que os humanos e crianças vítimas de violência , continua a aumentar . Mas é mais fácil dedicarem-se hoje aos animais irracionais e sons de bancada a imitar os macacos . Tenham vergonha .