|

 Casos Ativos

 Suspeitos Atuais

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Agente da PSP ajuda mulher a dar à luz numa rua de Lisboa

15 jan, 2020 - 21:46 • Redação

Polícia foi recebendo indicações da linha de emergência médica 112. A mãe e a bebé foram depois transportadas de ambulância para o Hospital Santa Maria e encontram-se bem de saúde.

A+ / A-

Uma mulher deu à luz um bebé prematuro em plena via pública, em Lisboa, com a ajuda de um agente da PSP que vestiu a pele de parteiro improvisado durante alguns minutos.

O parto aconteceu no passado sábado, pelas 18h25, na freguesia de Arroios, avança o Comando Metropolitano de Lisboa através de uma publicação no Facebook.

“Um agente desta Polícia, após ter sido alertado por um transeunte da existência de distúrbios naquela artéria, de imediato se deslocou para o local, contudo deparou-se com um aglomerado de pessoas em volta de uma mulher deitada no chão e em trabalho de parto”, explica a PSP.

“Aquando da ligação à emergência médica (112), e uma vez que já era visível a cabeça do feto/criança, a operadora foi-lhe dando indicações médicas a fim de continuar com o auxílio à progenitora, até à chegada dos meios de socorro”, adianta.

Poucos minutos depois, nasceu uma menina com cerca de sete meses de gestação, “a qual foi colocada em cima da mãe, aconchegada em cobertores, a fim de evitar o choque térmico”.

A mãe e a bebé foram transportadas de ambulância para o Hospital Santa Maria e encontram-se bem de saúde.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • me
    16 jan, 2020 14:27
    Nem gravidez nem parto são doenças.