|

 Confirmados

 Suspeitos

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Alterações climáticas

Subida do nível das águas é a principal preocupação da Área Metropolitana de Lisboa

06 dez, 2019 - 07:49 • Redação

É apresentado, esta sexta-feira, o plano metropolitano de adaptação às alterações climáticas.

A+ / A-

Mais incêndios e mais inundações na Área Metropolitana de Lisboa - são estes os impactos previstos na sequência das alterações climáticas. Os especialistas estimam que a temperatura pode subir até três graus, provocando maiores períodos de seca e também a subida do nível médio das águas, com implicações para os habitantes das zonas ribeirinhas do Tejo e do Sado.

Ao longo de quase dois anos, os 18 municípios da área metropolitana fizeram um diagnóstico e a questão da subida das águas lidera as preocupações, como assume Carlos Humberto Carvalho.

O primeiro secretário da Área Metropolitana de Lisboa apresenta, esta sexta-feira, o plano metropolitano de adaptação às alterações climáticas.

“Eu acho que a subida do nível médio das águas é claramente um dos aspetos mais referenciados nas reuniões que fomos tratando”, disse em entrevista à Renascença.

Esta sexta-feira os 18 municípios vão assinar um compromisso que ainda não tem medidas concretas, mas princípios orientadores de ação.

Para Humberto Carvalho “é preciso uma governação supramunicipal para algumas matérias, mas com uma atuação local”. Para além do papel ativo das instituições, o secretário da área metropolitana de Lisboa defende que é essencial sensibilizar os cidadãos.

“É absolutamente central que nós ganhemos as pessoas, os cidadãos, as instituições para isto. Um dos objetivos é também consciencializar, permitir que cada um de nós seja um ativo interventor sobre estas matérias”, acrescenta.

Carlos Humberto Carvalho apresenta, esta sexta-feira, o plano metropolitano de adaptação às alterações climáticas. “Sustentabilidade, equidade territorial e justiça social” são as prioridades em destaque no documento.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Chega de ruído!
    06 dez, 2019 LX 09:40
    Só não diz quando isto vai acontecer? Sejam rigorosos! E alguns espanhóis e franceses tomaram ter seca em vez de inundações!