|
A+ / A-

​Youtube. Imprensa espanhola denuncia promoção a sites ilegais de apostas

19 nov, 2019 - 23:43 • Redação

Na sequência de uma investigação da Renascença, a plataforma bloqueou vídeos não só em Portugal mas também em Espanha, avança o jornal "El Confidencial".

A+ / A-

Dezenas de youtubers e influenciadores espanhóis, com milhões de seguidores online, fizeram até muito recentemente publicidade a sites ilegais de apostas, avança o “El Confidencial”.

Na sequência de uma investigação da Renascença, a plataforma bloqueou vídeos não só em Portugal mas também em Espanha, adianta o jornal digital espanhol.

Em vídeos publicados na plataforma Youtube, estes criadores de conteúdos promovem páginas na internet de apostas e “caixas mistério” sem licença para operar em Espanha.

Os youtubers destacam sites como o “Blaze” ou o “Drakemall”, que não estão autorizados a operar no país vizinho e têm sede em paraísos fiscais, como Curaçao.

A referência a estes sites ilegais de apostas é feita pelos influenciadores durante os vídeos e escapa à alçada do Youtube, a menos que haja uma denúncia.

O “El Confidencial” dá o exemplo de vários youtubers espanhóis, com milhões de seguidores, que entre músicas, piadas e reflexões promovem apostas no “Blaze”.

Apesar de, entretanto, os conteúdos terem sido eliminados, os youtubers podem ser condenados ao pagamento de multas elevadas por publicitarem sites ilegais de apostas.

De acordo com o “El Confidencial”, os conteúdos publicados nos últimos meses desapareceram após a investigação da Renascença: “Youtubers portugueses promovem sites ilegais de apostas. E isso é crime”.

O “El Confidencial” tentou obter uma reação junto dos criadores de conteúdos apanhados a promover sites ilegais de apostas, mas até ao momento nenhum respondeu.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Fábio Santos
    20 nov, 2019 Aveiro 19:55
    Os youtubers em Portugal já arranjaram maneira de contornar a situação. Neste momento alguns deles, como por exemplo um chamado Tiagovski, andam a promover esses sites ilegais de apostas na plataforma Twitch. Fazem directos a jogarem nesses sites e estão constantemente a promover os sites na chat do canal. Basta olhar para o chat e perceber que a grande maioria são jovens menores que são levados ao engano e não têm a menor noção dos jogos de azar e ficam iludidos de que é muito fácil ganhar dinheiro nesses sites ilegais sediados sabe-se lá onde e sem qualquer regulamentação e supervisão. Já apresentei queixa às autoridades competentes mas não obtive resposta. Alguém que ponha cobro a isto, é uma autêntica vergonha o que estas pessoas andam a fazer. Nem depois da reportagem da RR apanharam um susto e pararam, agora fazem o mesmo mas noutro local.