|
A+ / A-

José Carlos Peres

Taco a taco por Gustavo Henrique. "Está 50%-50% entre FC Porto e Sporting"

19 nov, 2019 - 18:15 • José Pedro Pinto

José Carlos Peres, presidente do Santos, abre o livro, em Bola Branca e coloca em cima da mesa o ponto de situação quanto ao defesa-central de 26 anos que é alvo de dragões e leões.

A+ / A-

O Santos não tem ainda em mãos qualquer proposta oficial por Gustavo Henrique, mas o presidente do emblema paulista admite que FC Porto e Sporting estão a disputar ao milímetro o concurso pelo defesa-central.

Em declarações a Bola Branca, José Carlos Peres é claro: para já, chegaram a Vila Belmiro meras sondagens. E até nesse pormenor do processo dragões e leões estão taco a taco.

"As possibilidades, hoje, são de 50%-50% entre os dois clubes [FC Porto e Sporting]. Algumas pessoas já ligaram, mas, oficialmente, ainda não nos chegou nada. Foram feitas sondagens mas ainda estamos a aguardar uma proposta por escrito", começa por adiantar o dirigente máximo do "Peixe", alcunha do histórico Santos.

A questão do contrato de Gustavo Henrique, de 26 anos, é igualmente importante de ser detalhada. O central de 1,96m finaliza a sua ligação ao emblema paulista já em janeiro próximo, não tem intenção de renovar e quer a Europa do futebol, mostrando-se entusiasmado com uma transferência para um grande português. Todavia, José Carlos Peres deixa entender, entrelinhas, que a curta distância temporal para o final do vínculo entre as partes não subtrai poder negocial ao Santos, que reserva para si uma espécie de compensação financeira.

"Ele tem um contrato connosco [até janeiro de 2020]. É um profissional, de 26 anos e titular nas últimas temporadas. Nós desejamos continuar com ele. Fizemos uma proposta [de renovação] mas ele tem o desejo de jogar na Europa. Há grandes possibilidades de o destino ser Portugal mas a equipa interessada tem de falar connosco", prossegue.

E quanto a valores? No Brasil, especula-se o montante redondo de dois milhões de euros - qualquer coisa como nove milhões de reais. José Carlos Peres admite que esse patamar pode ser o ponto de partida para negociações oficiais e confessa que, noutro contexto contratual, o Santos poderia exigir cerca de 10 milhões por Gustavo Henrique.

"Nós não queremos estabelecer valores, até porque há parte do Santos e a parte do jogador. Dois milhões de euros? Pode ser esse valor. Este jogador pode valer 10 milhões. O contrato está próximo de acabar e o clube que ficar com ele vai fazer um bom negócio, para além de ser um grande defesa", explica o presidente do Santos, deixando, por fim, uma garantia para FC Porto e Sporting.

"Se olhar para os jogadores brasileiros que estão fora do Brasil, os que têm mais sucesso são os jogadores do Santos, até porque têm uma formação de base. O Gustavo Henrique é nosso jogador desde dos nove anos. Está preparado para fazer uma grande temporada em Portugal", remata José Carlos Peres, a Bola Branca.

Gustavo Henrique, defesa paulista, está no Santos desde a formação, sendo o único clube que representou em toda a carreira - formação e ao nível sénior. Este ano, contabiliza 51 jogos pelo "Peixe", com cinco golos apontados. É jogador da equipa principal do emblema de Vila Belmiro há já seis anos. Internacional sub-20 e sub-23 pelo Brasil, não contabiliza ainda qualquer jogo pela seleção "AA" do "escrete".

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.