|
A+ / A-

Adiadas alegações finais do julgamento do homicídio de Luís Grilo

12 nov, 2019 - 13:20

O adiamento deve-se ao facto de faltar a apreciação de um requerimento de prova apresentado pela defesa de António Joaquim.

A+ / A-

A leitura das alegações finais do julgamento de Rosa Grilo e de António Joaquim, suspeitos do homicídio do triatleta Luís Grilo, prevista para esta terça-feira, no tribunal de Loures, foi adiada para a próxima semana.

O adiamento deve-se ao facto de faltar a apreciação de um requerimento de prova apresentado pela defesa de António Joaquim.

"Fizemos os requerimentos que fizemos numa perspetiva de esclarecer todos os pontos que faltavam esclarecer à defesa", disse o advogado, Serrano Viera, que se mostra convicto de que será "muito difícil haver uma condenação".

Na manhã desta terça-feira, foram ouvidas as últimas três testemunhas arrolada pela defesa de António Joaquim.

A advogada de Rosa Grilo, Tânia Reis, disse aos jornalista disse que, em princípio, as alegações finais serão feitas na terça-feira da próxima semana.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.