|
A+ / A-

Jogos Olímpicos

Atletas olímpicos do Benfica apontam a medalhas

08 nov, 2019 - 19:46 • Lusa

Encarnados ambiciosos querem ter mais de 22 atletas no Japão.

A+ / A-

A judoca Telma Monteiro, o canoísta Fernando Pimenta e o saltador Pedro Pichardo, que integram o projeto Benfica Olímpico, manifestaram a ambição de, caso garantam a qualificação para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, lutarem pelas medalhas.

"Competir nos Jogos Olímpicos é a maior ambição de qualquer atleta. Somos tão exigentes connosco que nem celebramos a qualificação, é quase uma obrigação. Agora, o pódio nos Jogos é a cereja no topo do bolo e, para lá chegar, é preciso que tudo se encaixe de forma perfeita naquele dia", afirmou Telma Monteiro, durante uma conferência de imprensa no Estádio da Luz dedicada à apresentação da parceria entre o Benfica e a Kelly Services para o projeto olímpico dos encarnados.

A judoca, que venceu o bronze no Rio de Janeiro, em 2016, na categoria de -57 kg, está neste momento nas 14 primeiras do ranking mundial, e as 18 melhores do mundo qualificam-se para os Jogos, pelo que o caminho para o Japão está aberto para a portuguesa, que pode marcar presença pela quinta vez na competição.

"O meu objetivo é ser cabeça de série e, para isso, tenho que chegar ao top 8. Está ao meu alcance", lançou Telma Monteiro.

Por seu turno, Fernando Pimenta, campeão do mundo em 2018, está apurado e já iniciou a preparação para Tóquio 2020, também com as medalhas no horizonte. "Consegui logo garantir o apuramento direto e vou trabalhar na máxima força para estar pronto para alcançar os objetivos que traçámos", sublinhou o canoísta.

Já Pedro Pichardo, um dos maiores especialistas mundiais no triplo salto, revelou que "a qualificação para os Jogos está a correr bem", realçando que, depois de ter ficado em quarto lugar na final dos Campeonatos do Mundo de atletismo, que decorreram em Doha, em setembro, com a marca de 17,62 metros, vai querer vingar-se dos principais concorrentes em Tóquio.

"Fiquei em quarto lugar, mas fiz um bom salto. Para os Jogos, vou enfrentar os mesmos rivais, os que ficaram no pódio e os que foram às finais, e estou confiante", vincou o atleta luso-cubano. E acrescentou: "Para mim, os Jogos representam muito, é a maior prova que existe. Todos querem ir aos Jogos e trazer uma medalha, e estou a trabalhar para isso."

Fernando Tavares, vice-presidente do Benfica, que apresentou a parceria com a Kelly Services, empresa de recursos humanos representada pelo seu diretor executivo em Portugal, Pedro Lacerda, elogiou os benefícios que o acordo vai trazer para o projeto olímpico das águias, o qual, defendeu, tem espaço para crescer.

"Tivemos 22 atletas no Rio de Janeiro [2016] e queremos alargar o número de atletas do Benfica nos próximos Jogos. Trabalhamos para criar todas as condições para que os nossos atletas possam chegar a Tóquio na sua melhor forma e para que possam dar muitas alegrias aos adeptos benfiquistas e aos portugueses", salientou.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.