A+ / A-

Motor Mazda Skyactiv-X – O melhor de dois mundos

30 out, 2019 - 15:09 • José Carlos Silva

A Mazda teve sucesso onde outros construtores automóveis falharam. Um motor a gasolina, com tudo o que é de bom das características de um diesel.

A+ / A-

Motor Mazda Skyactiv-X.

A designação não aponta um caminho, mas este é um novo motor no mundo do construtor japonês. Com uma capacidade de 2 litros a gasolina, é o primeiro no mundo que explora os benefícios por ignição por compressão dos motores a gasóleo.

Em poucas palavras, este motor funciona com uma mistura pobre (mais oxigénio e menos combustível) tal como os motores diesel. Tem os benefícios associados de um menor consumo e por consequência menor quantidade de emissões poluentes, nomeadamente CO2 e gases NOx.

O funcionamento, de forma simplificada, é neste motor a gasolina semelhante ao de um motor a diesel: A compressão do cilindro é grande comparativamente ao de um motor a gasolina convencional, com maior quantidade de ar, e pouca quantidade de combustível. Mas ao contrário de um motor a gasóleo, aquele exige, apesar da compressão elevada, uma faísca criada por uma vela especial. E exige também uma nuvem adicional de gasolina que serve de detonador à explosão que faz “mexer” o motor.

O Skyactiv–X de 2 litros e capaz de debitar 180 cavalos, está a partir de agora disponível nos novos Mazda CX-30 e Mazda 3 Hatchback e Sedan.

O seu funcionamento garante consumos baixos (que havemos de conferir em testes mais minuciosos), e isso percebemos, uma grande suavidade na utilização, acompanhada por uma resposta adequada do motor, consoante as diferentes solicitações.

No Mazda CX 30, o motor Skyactiv – X divide-se em 25 diferentes versões com preços que arrancam nos 33.600 euros até aos 44.000 euros.

No Mazda 3 a gama hatchback tem 14 versões com o motor Skyactiv-X com preçlos entre os 30.874 euros e os 36.900. No Mazda 3 Sedan, os valores oscilam entre os 43.325 euros e os 36.770.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.