|
A+ / A-

Hospital de Setúbal recusou doentes durante várias horas

13 out, 2019 - 22:06 • Redação

A unidade deixou de receber ambulâncias, solicitando que os doentes fossem encaminhados para outros hospitais.

A+ / A-

O Hospital de São Bernardo, em Setúbal, foi este domingo obrigado a recusar doentes por sobrelotação do serviço de urgências.

A unidade deixou de receber ambulâncias, solicitando que os doentes fossem encaminhados para outros hospitais.

Em causa esteve a sobrelotação do serviço de urgências.

Estaria inicialmente previsto que esta medida tivesse efeito até às 8h00 de segunda-feira, mas pelas 16h30 a situação foi regularizada.

O “Jornal de Notícias” adianta que, pelas 12h00 deste domingo, os bombeiros foram avisados que deveriam transportar os doentes para outros hospitais da região, o que se verificou durante algumas horas.

Os bombeiros de Águas de Moura e de Palmela, citados pelo mesmo jornal, mostram-se surpreendidos por a decisão ter sido apenas tomada este domingo, tendo em conta que os constrangimentos se têm verificado ao longo desta semana.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • 14 out, 2019 00:10
    E para morrer durante a viagem!