|
A+ / A-

Motociclismo

Nacional de Enduro decide-se no Marco de Canaveses com quatro pilotos na luta

11 out, 2019 - 13:45 • Redação

Luís Oliveira, lesionado, fica de fora e a torcer para que Gonçalo Reis, Diogo Ventura e Tomás Clemente não o ultrapassem na tabela, na última jornada do campeonato, este fim de semana.

A+ / A-

O Campeonato Nacional de Enduro Absoluto decide-se este fim de semana, no Marco de Canaveses. Há quatro pilotos em disputa pelo título de campeão nacional, mas um deles não poderá ir à luta.

Luís Oliveira (101 pontos) é o atual líder do campeonato, com 11 pontos de vantagem, e, caso haja empate, será o vencedor final. Contudo, estará ausente da última etapa do campeonato, devido a lesão. Gonçalo Reis (90 pontos), o único que só depende de si, Diogo Ventura (89) e Tomás Clemente (62) tentarão colmatar a diferença, de modo a poderem sagrar-se campeões nacionais.

O quarto classificado da geral, João Vivas, que tem menos 15 pontos que Reis (e 26 de Oliveira), não pode participar, por motivos profissionais, pelo que está fora da luta pelo título. Clemente, que é quinto, tem, matematicamente, possibilidade de ser campeão, dado que a jornada no Marco de Canaveses tem dois dias de competição, com ambos a pontuar de forma individual.

As contas do campeonato

Para conquistar a coroa, Gonçalo Reis terá de fazer, pelo menos, dois décimos lugares, o que lhe daria um total de 12 pontos e lhe permitiria ultrapassar o atual líder (102 contra 101). Há uma situação curiosa: Reis poderá ser campeão sem vencer uma única prova.

Diogo Ventura precisa de ficar à frente de Reis e fazer, pelo menos, um sexto e um sétimo lugares, para amealhar, no total, 13 pontos (102 contra 101 de Oliveira).

O caso de Tomás Clemente é mais complicado: terá de fazer, no mínimo, um primeiro e um segundo lugares, para somar 40 pontos e colmatar os 39 de diferença para Oliveira. E precisa que Reis e Ventura não atinjam os respetivos objetivos.

Luís Oliveira já não pôde competir em Águeda, devido a lesão, o que o levou a perder terreno na frente (11 pontos para Reis, 23 para Ventura e 15 para Clemente). A ausência da derradeira jornada, no Marco, pode estragar uma época em que o piloto da KTM Portugal fez três primeiros lugares, um segundo e um terceiro.

A última etapa do Campeonato Nacional de Enduro realiza-se arranca esta sexta-feira e prolonga-se até domingo, no Marco de Canaveses. Em prova, estarão mais de 200 pilotos de várias nacionalidades.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.