A+ / A-
Legislativas 2019

"Triste" com resultados, Cavaco indica Maria Luís Albuquerque para "reconstruir" o PSD

08 out, 2019 - 14:46 • Lusa com Redação

“É fundamental que o partido fundado por Sá Carneiro se afirme pelo papel reformista que sempre o distinguiu e que tão importante é para que Portugal se aproxime do nível de desenvolvimento médio da União Europeia”, considerou o ex-Presidente da República.
A+ / A-

O ex-presidente da República Cavaco Silva manifestou-se esta terça-feira entristecido com o resultado do PSD nas eleições de domingo e defendeu que é urgente mobilizar os militantes que se afastaram ou foram afastados, apontando a ex-ministra Maria Luís Albuquerque.

“Como social-democrata com fortes ligações à história do PSD, o resultado obtido pelo partido não pode deixar de me entristecer”, afirmou Aníbal Cavaco Silva, numa declaração escrita, após questionado sobre os resultados das legislativas de domingo.

Para o ex-chefe de Estado, “a tarefa mais importante e urgente que o PSD tem agora à sua frente é a de reconstruir a unidade do partido e de mobilizar os seus militantes” e trazer “ao debate das ideias e ao esclarecimento e combate político os militantes que, por razões que agora não interessa discutir, se afastaram ou foram afastados”. “Como é o caso de Maria Luís Albuquerque, uma das mulheres com maior capacidade de intervenção, que conheci durante o meu tempo de Presidente, e muitos outros”, apontou.

“A história do PSD mostra que a pluralidade de opiniões, no quadro dos valores básicos da social-democracia moderna – liberdade, democracia, dignidade da pessoa humana, solidariedade e justiça social, igualdade de oportunidades e livre iniciativa – é uma força estimulante e enriquecedora do partido”, defendeu.

O ex-chefe de Estado, que também já ocupou os cargos de primeiro-ministro e foi líder dos sociais-democratas, é necessário “fazer do PSD um partido verdadeiramente nacional, atento aos anseios das populações” para “exercer a nobre tarefa de oposição firme ao governo que vier a ser formado”.

“É fundamental que o partido fundado por Sá Carneiro se afirme pelo papel reformista que sempre o distinguiu e que tão importante é para que Portugal se aproxime do nível de desenvolvimento médio da União Europeia”, considerou.

Ainda sobre os resultados do PSD nas legislativas de domingo (27,9% e 77 deputados) Cavaco Silva considerou que o número de deputados eleitos “ficou muito aquém daquele que as vicissitudes que o país conheceu durante os quatro anos do governo da 'geringonça´ justificavam para o maior partido da oposição”. Isto, reconheceu, “apesar da dinâmica revelada durante a campanha eleitoral e da indiscutível qualidade do programa económico proposto aos portugueses” pelo PSD.

Para Cavaco Silva, a história do PSD mostra que “a pluralidade de opiniões, no quadro dos valores básicos da social-democracia moderna – liberdade, democracia, dignidade da pessoa humana, solidariedade e justiça social, igualdade de oportunidades e livre iniciativa – é uma força estimulante e enriquecedora do partido”.


legislativas 2019 promosite
Últimaslegislativas 2019
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Adelino Carneiro
    08 out, 2019 21:35
    Eu apoio , Maria Luís Albuquerque, se ela se candidatar à presidência do PSD. Ela já deu provas de ser uma economista muito sábia e competente.
  • Filipe
    08 out, 2019 Guarda 20:00
    Somente este tipo para ainda nos andar a assombrar com a maralha da PAF. Continuem assim pêpêdês!
  • António dos Santos
    08 out, 2019 Coimbra 19:22
    Quem liga às babuzeiras,deste inútil e principal responsável da crise que atravessámos, com a outra companheira Manuela Ferreira Leite,que vendeu o património do estado e esbanjou o n/ dinheiro, mas isto acontece com estes dois, porque ambos "trabalharam", no antro do BdP.