Tempo
|
A+ / A-

Banco de Portugal alerta para riscos dos juros baixos na estabilidade financeira

08 out, 2019 - 15:15 • Sandra Afonso

O governador Carlos Costa lembrou ainda que a estabilidade financeira não se limita a "evitar falências" de bancos, mas significa também proteger os depositantes.

A+ / A-

Para Carlos Costa, o ambiente de baixas taxas de juro contribuiu para o aumento de vulnerabilidades e riscos para a estabilidade financeira.

Os tempos que correm exigem mais atenção e medidas das autoridades monetárias, avisa o governador.

“O contexto de baixas taxas de juro em que temos vivido nos últimos anos pode exigir uma posição mais ativa das autoridades macroprudenciais. Esta situação contribui para um acumular de vulnerabilidades e riscos para a estabilidade financeira", refere.

O governador lembrou ainda que a estabilidade financeira não se limita a "evitar falências" de bancos, mas significa também proteger os depositantes. Se forem mal geridos, ou não conseguirem manter a competitividade, podem e devem sair do mercado, como está previsto no Mecanismo Único de Supervisão.

Carlos Costa sublinhou ainda que a supervisão macroprudencial tem que ter em conta a ligação do setor financeiro com a economia real.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.