|
Conversas Cruzadas
Programa sobre a atualidade que passa ao domingo, às 12h00, com reposição à segunda às 00h00.
A+ / A-
Arquivo
Conversas Cruzadas - Tancos: à campanha o que é da política - 29/09/2019
Conversas Cruzadas - Tancos: à campanha o que é da política - 29/09/2019

Conversas Cruzadas

Tancos: à campanha o que é da política

29 set, 2019 • José Bastos


Luís Aguiar-Conraria, Nuno Botelho e Nuno Garoupa analisam a atualidade.

Um caso que aparenta comprometer o Estado na sua máxima expressão política ou institucional pode ficar de fora da campanha eleitoral? A acusação do MP no caso Tancos condiciona as aspirações do PS à maioria absoluta? Que marcas deixará na relação futura entre Marcelo e António Costa? Nunca mais será a mesma?

Perguntas para o debate onde pelo meio se olhará ainda para os calendários do MP na dedução da acusação, Rui Rio a endurecer o tom de discurso na campanha e a visar eventuais responsabilidades políticas do primeiro-ministro incumbente que recorre ao clássico “é um caso de justiça e aí deve ficar, à justiça o que é da justiça”. Mas, se à esquerda se defende a não-judicialização da campanha também surgem receios face à eventual da politização da justiça.

Demasiadas pontas soltas num caso de extrema gravidade, a causar grande erosão na confiança nas instituições e, no limite, a colocar todo o regime de causa com alegações e suspeitas sobre a conduta do Governo, das Forças Armadas e até com uma tentativa de envolver a Presidência da República.

Tancos em debate com Nuno Garoupa, professor da GMU Scalia Law, universidade de Arlington, na Virginia, Luís Aguiar-Conraria, professor da Universidade do Minho e Nuno Botelho, presidente da Associação Comercial do Porto.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.