Tempo
|
A+ / A-

​Protesto

Onze escolas de Gaia estão fechadas por falta de funcionários

25 set, 2019 - 08:19 • Redação

Agrupamento recebeu luz verde do Ministério da Educação para contratar dez tarefeiros a tempo inteiro.

A+ / A-

As 11 escolas do Agrupamento Escolar de Canelas, em Vila Nova de Gaia, estão fechadas esta quarta-feira por falta de funcionários.

Dos 1. 067 funcionários que o Governo anunciou que poderiam ingressar no arranque deste ano letivo couberam dois ao agrupamento de Canelas. Contudo, o diretor do agrupamento diz será insuficiente para garantir a segurança dos alunos.

“O que o agrupamento de Canelas está a pedir são as 14 baixas que existem, das quais oito estão com baixas prologadas, juntas médicas e até uns aguardam aposentação. Essas oito pessoas temos a certeza de que nunca vão voltar à escola…e é a sua substituição que estamos a pedir”, esclarece Artur Vieira.

Entretanto, o mesmo responsável, confirma que o agrupamento já recebeu luz verde do Ministério da Educação para contratar dez tarefeiros a tempo inteiro.

Em maio, Artur Vieira descreveu à agência Lusa que o número de auxiliares de ação educativa atribuído a todo o agrupamento era de 56, faltando 13, sendo que a escola sede absorvia 21.

Para esta manhã está marcado um plenário com todos os funcionários do agrupamento.

O Agrupamento de Escolas de Canelas, no concelho de Gaia, distrito do Porto, reúne 11 estabelecimentos escolares de vários graus de ensino, entre os quais a escola sede que tem cerca de 1.500 alunos.


Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.