A+ / A-

Setúbal. Dominado incêndio em dois prédios da avenida Luísa Todi

16 set, 2019 - 18:03 • Lusa

Chamas destruíram o primeiro andar e a cobertura dos dois prédios. Fogo provocou uma enorme nuvem de fumo, que cobriu grande parte da baixa da cidade.
A+ / A-

O incêndio que deflagrou esta segunda-feira à tarde num bloco de dois prédios de dois andares e águas furtadas, na Avenida Luísa Todi, em Setúbal, foi dado como dominado às 19h40, informou o Comando Distrital de Operações de Socorro.

Durante algum tempo o incêndio, que destruiu o primeiro andar e a cobertura dos dois prédios, provocou uma enorme nuvem de fumo, que cobriu grande parte da baixa da cidade e obrigou à interrupção parcial da circulação rodoviária no lado poente da Avenida Luísa Todi, uma das principais artérias da cidade de Setúbal.

Segundo a Companhia de Sapadores Bombeiros de Setúbal que combateu o incêndio com o apoio dos bombeiros voluntários de Setúbal e de Águas de Moura, o combate às chamas foi demorado porque era impossível combater o fogo a partir do interior e foi difícil encontrar acessos.

Um dos edifícios albergava uma antiga casa de pneus que estaria abandonada, mas que "tinha muitos pneus no interior, o que dificultou a intervenção dos bombeiros", disse à agência Lusa o comandante operacional dos Bombeiros Sapadores, chefe Mário Coxilha.

O responsável dos bombeiros escusou-se a revelar em qual dos dois imóveis terá tido origem o incêndio que deflagrou pouco depois das 16h00 e que só foi considerado dominado três horas mais tarde.

O comandante operacional dos Bombeiros Sapadores de Setúbal que cerca das 21h15 ainda havia algum perigo, embora menor do que se verificou durante a tarde, de propagação do incêndio a outros prédios contíguos, que têm as paredes em tabique (com madeira).

De acordo com os bombeiros, o incêndio não provocou vítimas nem desalojados e as operações de rescaldo deverão prolongar-se durante toda a noite.

[notícia atualizada às 23h50]

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.