A+ / A-

Emídio Rafael: "O Porto precisava de um goleador como Zé Luís"

19 ago, 2019 - 12:45 • Luís Aresta

Antigo lateral-esquerdo do FC Porto foi companheiro de equipa do ponta de lança no Sporting de Braga.
A+ / A-

"Estava mesmo a faltar ao Porto um jogador assim". O jogador é Zé Luís - autor de um “hat-trick” na goleada (4-0) do FC Porto ao V. Setúbal – e quem olha desta forma para o avançado cabo-verdiano é Emídio Rafael, que foi seu companheiro de equipa no Sporting de Braga.

“É uma mais-valia que o Porto adquiriu para a frente de ataque. A equipa precisava de um goleador, alguém que à imagem do Porto desse tudo até ao fim”, considera Emídio Rafael, para quem, a oportunidade dada ao avançado de 28 anos, por Sérgio Conceição “o vai catapultar para um nível superior”.
Zé Luís desequilibrou diante do V. Setúbal e, pela capacidade física que revelou, chegou a fazer lembrar Hulk, com quem Emídio Rafael também jogou no FC Porto. Nesta entrevista a Bola Branca, o antigo defesa faz notar, contudo, que de comum Hulk e Zé Luís têm pouco mais do que a capacidade física que demonstram em campo.
“O que têm de parecido é a força. Fisicamente são ambos muito fortes, mas o Hulk é um jogador de velocidade, que dá coisas diferentes ao jogo. Vejo o Zé Luís mais como um jogador de área, possante e que não vira a cara à luta”.
Nesta entrevista à Renascença, Emídio Rafael classifica a goleada do Porto ao V. Setúbal antes do clássico com o Benfica, como uma “demonstração de força e de que a equipa está na luta pelo campeonato”. A corrida pelo título será intensa, apesar do FC Porto partir atrás, acentua Emídio Rafael.

“Perdeu alguns jogadores importantes, mas acho que os reforços estão á altura. Naturalmente que o Benfica tem alguma vantagem porque manteve o núcleo duro da equipa e apenas se reforçou pontualmente. O Porto teve que o fazer em maior número, mas estarão os dois, lado a lado, até ao fim”, conclui.


legislativas 2019 promosite
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.