|
A+ / A-

Greve dos motoristas ao minuto. Paralisação termina, negociações começam na terça-feira

11 ago, 2019 - 11:13 • Redação

A greve dos motoristas de matérias perigosas e mercadorias começou na segunda-feira, 12 de agosto, por tempo indeterminado. Acompanhe aqui todas as notícias sobre a paralisação que está a deixar o país em suspenso.

A+ / A-
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • José
    18 ago, 2019 Santos 11:34
    Se no final aceitarem algum tipo de proposta, quero-me rir quando o preco dos combustiveis subir. Aí vamos todos chorar...
  • Gonçalo
    17 ago, 2019 Amarante 16:38
    Portugal é uma ditadura estalinista!! Qualquer dia ainda mandam os motoristas encostar à parede e limpam-lhes o sebo com uma AK-47!! Os serviços mínimos decretados pelo governo são ilegais, violam a nossa Constituição (mas o primeiro ministro desconhece a palavra "constitucional"). Diz o art. 57 CRP e passo a citar para quem continua na ignorância "Direito à greve e proibição do lock-out 1. É garantido o direito à greve. 2. Compete aos trabalhadores definir o âmbito de interesses a defender através da greve, não podendo a lei limitar esse âmbito. 3. A lei define as condições de prestação, durante a greve, de serviços necessários à segurança e manutenção de equipamentos e instalações, bem como de serviços mínimos indispensáveis para ocorrer à satisfação de necessidades sociais impreteríveis. 4. É proibido o lock-out." Só uma perguntinha: desde quando é que ir de férias para as Baleares é uma necessidade social impreterível?? Ah, já sei, é desde o verão de 2017!! O Governo matou o direito à greve. E esta greve matou o CDS! Talvez o senhor Rui Rio ou alguém do PSD perceba finalmente que o CDS foi sempre o seu maior inimigo... E para terminar, e o que dizem os do partido dos animais?? E os ecologistas?? Afinal são a favor ou não das alternativas ao gasóleo???? Ou eles também acham que ter o depósito atestado é uma necessidade social impreterível??? Tugas, sigam o conselho do nosso Presidente, ide de férias sempre com o depósito atestado!! ATESTA MARCELO!!!
  • 12 ago, 2019 12:04
    Voltamos novamente ao periodo do prec"cada um faz o que quer!