Siga-nos no Whatsapp
A+ / A-

“Kit” informa emigrantes sobre serviços disponíveis

09 ago, 2019 - 06:37

O 'kit', que tem associado 12 serviços, que pretende responder aos serviços solicitados com maior frequência.

A+ / A-

O Governo português lança uma campanha de informação, denominada "Kit Emigrante", que pretende responder aos serviços solicitados com maior frequência por emigrantes portugueses durante as suas visitas a Portugal.

"A ideia é disponibilizar um documento com um elenco daqueles que são os serviços que mais frequentemente os cidadãos portugueses que residem fora de Portugal solicitam quando visitam Portugal nos meses de verão", explicou à Lusa o secretário de Estado Adjunto e da Modernização Administrativa, Luís Goes Pinheiro.

O governante detalhou que os "serviços mais procurados não são muitos" e que o 'kit' associa ainda "um conjunto de informações úteis", como os números de telefone da Saúde24 e a linha de Segurança Social.

A adesão à Chave Móvel Digital, a renovação do Cartão de Cidadão e alteração dos seus dados, o pedido do certificado de registo criminal, o pedido ou simulação de pensões através da Segurança Social ou da Caixa Geral de Aposentações são alguns dos 12 serviços do 'kit'.

Luís Goes Pinheiro explicou que este 'kit' será "desde logo disponibilizado online no portal".

"Mas como sabemos que para chegar junto destas comunidades é preciso mais que isso, iremos divulgar junto de todas as freguesias, todos os municípios", assim como junto dos 157 gabinetes de apoio ao emigrante e dos 594 espaços do cidadão, adiantou.

Com este alcance, o secretário de Estado Adjunto e da Modernização Administrativa espera abranger as localidades de menor densidade populacional, que "também são muitas vezes aquelas que mais recebem as visitas dos emigrantes".

A iniciativa foi desenvolvida numa parceria entre a Secretaria de Estado para a Modernização Administrativa e a Secretaria de Estado das Comunidades Portuguesas.

"Trata-se de um objetivo que visa garantir de uma forma ágil, de uma forma muito simples, o acesso à informação essencial para a vida dos cidadãos portugueses que se encontram no estrangeiro durante partes significativas do ano", afirmou à Lusa o secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+