Tempo
|
A+ / A-

Fórmula 1 vai continuar a passar por Silverstone até 2024

10 jul, 2019 - 17:15 • Redação

Acordo entre as organizações mantém o Grande Prémio do Reino Unido no histórico circuito por mais cinco anos.

A+ / A-

O Mundial de Fórmula 1 vai continuar a passar pelo histórico circuito de Silverstone, em Inglaterra, até 2024, fruto do acordo de cinco anos assinado com os organizadores da competição.

Citado pelo site oficial da Fórmula 1, o presidente e CEO da cometição, Chase Carey, não escondeu a satisfação por renovar contrato com a casa do primeiro Grande Prémio da história do "desporto rei" dos carros:

"Sempre dissemos que, se queremos que o nosso desporto tenha um futuro de longo-prazo, então tem de preservar os seus circuitos históricos. Silverstone e o Rui Unido representam o berço deste desporto, a sua origem em 1950. Hoje em dia, a Fórmula 1 é um desporto global, acolhido por cinco continentes, visto por um público de mais de 500 milhões de fãs pelo mundo inteiro. O nosso objetivo é aumentar este número levando o desporto que amamos a novos países, ao mesmo tempo que mantemos as suas raízes: Silverstone e o Grande Prémio do Reino Unido são parte fulcral dessa visão."

O acordo foi divulgado a meros dias do arranque do fim-de-semana do Grande Prémio do Reino Unido. Os primeiros treinos livres estão marcados para sexta-feira, a qualificação para sábado e a corrida para domingo.

O britânico Lewis Hamilton, que lidera o Mundial, é um dos três pilotos com mais vitórias em Silverton de sempre. São cinco para o piloto da Mercedes, as mesmas que amealharam Alain Prost e Jim Clark.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.