Jacinto Lucas Pires-Henrique Raposo
Um escritor, dramaturgo e cineasta e um “proletário do teclado” e cronista. Discordam profundamente na maior parte dos temas. À segunda e quarta, às 9h15
A+ / A-
Arquivo
Jacinto Lucas Pires e Henrique Raposo - Acesso ao Ensino Superior - 10/04/2019
Jacinto Lucas Pires e Henrique Raposo - Acesso ao Ensino Superior - 10/04/2019

H. Raposo

Ensino profissional e acesso ao Superior. “Deve ser a faculdade a decidir se aceita o aluno”

10 abr, 2019 • Redação


Comentador da Renascença consideraria "interessante" se fossem as universidades a escolher os alunos, numa aproximação ao que se faz nos Estados Unidos.

Henrique Raposo concorda com um sistema de acesso ao Ensino Superior diferente para os alunos do ensino profissional. O comentador da Renascença acrescenta até que "deve ser a faculdade a decidir se aceita aqueles alunos".

Raposo alude a uma proposta do CDS a anunciar em breve que prevê que sejam as universidades a escolher os alunos, à semelhança do que acontece nos Estados Unidos. "É a faculdade que te escolhe, não és tu que escolhes a faculdade. Isso seria muito interessante", refere.

Sobre este assunto, o escritor Jacinto Lucas Pires também vê com bons olhos um sistema de acesso diferente para os alunos do ensino profissional. "Justiça é tratar diferente o que é diferente", diz.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • lelio
    11 abr, 2019 lisboa 09:36
    O sistema concursal por faculdades já existiu na segunda republica qdo os q iam frequentar ensino superior eram poucos .Usar sistemas subjetivos é imoral e nenhum sistema é perfeito.Nos EUA a admissão tem muitos requesitos ,muitas nuances impraticáveis em PORTUGAL.EUA é expoente democrático e capitalista ,Portugal é marxista misto radical-suave.
  • José Joaquim Cruz Pinto
    10 abr, 2019 22:26
    Tem muita, muita graça! Estes e outros ideólogos defendem que devem ser os papás e mamãs dos meninos e meninas que devem poder escolher a escola mas, para a universidade (desde que, neste caso, com avaliações de acesso, evidentemente), ... isso já não serve. Porventura, será até isso que eles chamam promoção da igualdade. Quanto a haver exames de acesso determinados por cada universidade, nada a dizer, porque a isso se pode efectivamente chamar promoção da liberdade e da qualidade.