Tempo
|
A+ / A-

Eleições legislativas em Espanha a 28 de abril

15 fev, 2019 - 09:06 • Redação

Pedro Sánchez foi obrigado a antecipar as eleições depois de não conseguir aprovar o Orçamento.

A+ / A-
Pedro Sánchez convoca eleições antecipadas para o dia 28 de abril
Pedro Sánchez convoca eleições antecipadas para o dia 28 de abril

O primeiro-ministro socialista espanhol anunciou que os espanhóis vão ser chamados às urnas. “Anuncio-vos que proponho a convocação de eleições gerais para o dia 28 de abril”, revelou Pedro Sánchez.

Num discurso em que recordou os objetivos alcançados pelo Governo nos últimos nove meses, o governante explicou que se viu confrontado com a necessidade de governar com um Orçamento que não era o dele e que decidiu que a Espanha precisa de avançar. “Entre as duas opções, não fazer nada, e dar a palavra aos espanhóis, escolho a segunda”, disse após uma reunião extraordinária do Conselho de Ministros do Governo minoritário do PSOE (Partido Socialista Operário Espanhol), sublinhando que o país precisa de andar para a frente.

A convocatória surge depois de o primeiro projeto de Orçamento de Sánchez ter sido chumbado na última quarta-feira pelo parlamento.

Sánchez é chefe do Governo desde junho último, depois do PSOE (Partido Socialista Operário Espanhol), com apenas 84 deputados num total de 350, ter conseguido aprovar uma moção de censura ao executivo também minoritário anterior liderado por Mariano Rajoy.

Os partidos independentistas catalães, que foram decisivos há oito meses na subida ao poder do secretário-geral do PSOE, votaram na quarta-feira ao lado da oposição de direita na devolução ao executivo da totalidade das contas de Estado.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+