Tempo
|
A+ / A-

Apenas 13 em cada 100 têm lugar num lar de idosos

15 dez, 2018 - 10:30 • Redação

A rede está a aumentar, ainda assim não ao ritmo do crescimento do número de idosos no país.

A+ / A-

Se todas as pessoas com mais de 65 anos quisessem aceder à rede de serviços e equipamentos para idosos, só 13 em cada 100 encontrariam resposta, noticia este sábado o “Público”.

A informação consta da última Carta Social, documento do Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social. No ano passado, a ocupação média dos centros de dia rondava os dois terços.

Os lares cheios estão mais cheios, sobretudo, de pessoas com algum tipo de demência.

O número de lugares/capacidade nas principais respostas para as pessoas idosas revelou um incremento (74 %) ao longo do período de análise (2000-2017), em linha com o aumento do número de respostas. Em 2017, por relação ao ano de 2000, contabilizaram-se mais 116 mil novos lugares, totalizando cerca de 272 mil lugares, lê-se no documento.

Apesar da cobertura de respostas ter evoluído de forma positiva nos últimos dez anos, o aumento acelerado da população com 65 ou mais anos tem condicionado o crescimento da taxa de cobertura destas respostas.

Em 2017, a taxa de cobertura média no continente das principais respostas que visam o apoio à população idosa cifrou-se em 12,7 %, ainda assim refletindo uma taxa de crescimento de 14,7 % por comparação a 2006.

Em termos territoriais, é de destacar que 65 % dos concelhos do território continental apresentava uma taxa de cobertura acima da média (12,7 %). No entanto, as áreas metropolitanas do Porto e Lisboa, assim como a região algarvia, apresentavam, em 2017, na maioria dos seus concelhos, taxas de cobertura abaixo da média.

O peso relativo da população residente com 65 ou mais anos na população total tem-se intensificado ao longo dos anos, representando, em 2017, 21,8 % da população total do Continente (em 2000 era 16,5 %). Dos dezoito distritos do território continental, doze registavam, em 2017, um peso relativo de população com 65 ou mais anos superior à média do Continente (21,8 %).

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Maria de fatima cost
    15 dez, 2018 Varzeas de trevoes 18:26
    Gostva de ganhar como os milhares de pessoas ganharam