|
A+ / A-

Mundial 2018

Dois anos depois da deceção, a glória mundial de Deschamps. "Foi a coroação"

15 jul, 2018 - 19:02

O selecionador francês acredita que a derrota no Euro 2016, frente a Portugal, fez bem à equipa, agora campeã do mundo.

A+ / A-

Didier Deschamps salientou que embora a seleção francesa não tenha feito um grande jogo, na final do Mundial 2018, diante da Croácia, mostrou as suas qualidades e sagrou-se campeã do mundo com mérito.

"É verdadeiramente lindo e maravilhoso. Alguns são campeões com 19 anos. Não fizemos um grande jogo, mas mostrámos as nossas qualidades mentais. E marcámos quatro golos. Há mérito nisso. Nem sempre foi fácil, mas com trabalho chegámos lá. Eles vão estar no topo do mundo durante quatro anos", enalteceu o técnico à imprensa, após a final.

O selecionador francês admitiu que a final perdida para Portugal, em 2016, pode ter sido a melhor coisa que aconteceu aos gauleses, apesar de quanto doeu, na altura: "Doeu muito perder o Europeu há dois anos, mas também nos fez bem. Este momento é dos jogadores. Foi a coroação. Adoramos o povo francês, estamos orgulhosos de ser franceses e azuis ['bleus', alcunha da seleção]. Viva a República da França".

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.