A+ / A-

Rock in Rio fechou com o fogo de artifício de Katy Perry

01 jul, 2018 - 09:16

O último dia do festival ficou ainda marcado pelo concerto de Ivete Sangalo, que surpreendeu o público com a convidada especial Daniela Mercury. Quase 280 mil espectadores passaram pela Cidade do Rock ao longo dos quatro dias de festival.
A+ / A-
Hailee Steinfeld, Ivete, Jessie J, Katy Perry. Noite feminina no adeus à cidade do Rock
Hailee Steinfeld, Ivete, Jessie J, Katy Perry. Noite feminina no adeus à cidade do Rock

A 8.ª edição do Rock in Rio Lisboa, no Parque da Bela Vista, chegou ao fim com um concerto da norte-americana, "um pouco portuguesa", Katy Perry e com fogo de artifício.

Foi com "Fireworks", que Katy Perry terminou, já bem perto da 1h00, um espetáculo com uma forte componente visual, onde não faltaram flamingos gigantes, chuvas de papelinhos, pirotecnia, várias mudanças de roupa e até um tubarão dançarino.

Num espetáculo dividido em partes, marcadas pelas saídas da cantora para mudar de figurino, foram os maiores sucessos que provocaram mais reações nos milhares que se juntaram em frente ao Palco Mundo.

Do alinhamento fizeram parte, entre outras, "Teenage Dream", "Hot and Cold", "I kissed a girl", "Last Friday Night (T.G.I.F.)", "California Girls" e "Roar".

Durante o concerto, Katy Perry aproveitou para "manifestar respeito" por Janet Jackson, juntando o tema "What have you done for me lately" da irmã de Michael Jackson ao final de "Deja Vu".

A cantora aproveitou ainda pedaços dos temas de "What the fuck", de Fatboy Slim, e "Hard Knock Life", de Jay-Z, que colou ao início de "Swish Swish" e de "Roar", respetivamente.

A dado momento fez questão de lembrar que é bisneta de um português, dos Açores. "Sinto que sou igual a vocês, tenho o sangue igual ao vosso", afirmou.

Confessando não falar português, "embora seja um pouco portuguesa", pediu ajuda ao público para traduzir as palavras "hot" [quente] e "cold" [frio], repetindo-as várias vezes em português.

Numa referência à derrota da seleção portuguesa no Mundial de futebol, Katy Perry disse aos músicos e bailarinos que a acompanhavam que o público estava "um pouco deprimido".

"Mas somos todos vencedores, estamos todos juntos num sábado à noite a celebrar a música no Rock in Rio", disse, incentivando a multidão.

Ivete Sangalo trouxe a surpresa Daniela Mercury

A brasileira Ivete Sangalo deixou o recinto do Rock in Rio Lisboa em "Tempo de Alegria" momentos antes de a seleção portuguesa entrar em campo na Rússia, num jogo dos oitavos de final do Mundial de futebol.

O concerto da totalista da versão portuguesa do festival ficou marcada por uma surpresa, para delírio do público. Daniela Mercury subiu ao palco e as duas cantaram uma versão de “Canto da Cidade”.

No espetáculo não faltou o corpo de bailarinos, 'confettis' e balões, lançados ao público no final e onde estavam escritas palavras como Paz, Respeito e Esperança.

Entre sucessos como "Abalou", "Lavada Louca", "Beleza Rara" e "Eva", Ivete Sangalo aproveitou para desejar "boa sorte" à seleção portuguesa de futebol e ao "querido amigo" Cristiano Ronaldo.

Jessie J. enrolada na bandeira de Portugal

Já depois da derrota de Portugal com o Uruguai, por 2-1, e antes do fogo de artifício de Katy Perry, o Palco Mundo assistiu a um concerto cheio de amor da britânica Jessie J.

Depois da eliminação da seleção portuguesa do campeonato do mundo de futebol, a cantora entrou em palco com a bandeira de Portugal, ostentando-a e envolvendo-se nela, um gesto que repetiria no final do espetáculo.

À hora que Jessie J subiu ao Palco Mundo, pelas 21h15, na outra ponta do recinto, no Music Valley, entrava em cena Blaya.

A cantora e bailarina lembrou os tempos dos Buraka Som Sistema e apostou forte em "Faz Gostoso", uma das músicas que mais se ouviu nesta edição do Rock in Rio, tendo-a interpretado duas vezes.

A 8.ª edição do Rock in Rio contou com 278 mil espectadores durante quatro dias de concertos. O festival regressa em 2020 ao Parque da Bela Vista.


legislativas 2019 promosite
Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Manuela
    02 jul, 2018 lx 16:58
    Aproveito para agradecer à Renascença, ao Júlio Heitor, ao Renato e à Ana Galvão, que foram o Máximo, nas transmissões que nos chegaram via rádio. Houve momentos, que até me imaginei como se lá estivesse... incrível! quando uma transmissão é feita de tal modo, que faz com que isso nos aconteça! Um abraço para vocês todos.