Tempo
|
A+ / A-

Paolo Galardi. “Prisioneiros vivem de esperança"

18 nov, 2017 - 23:22

O 4º Encontro Nacional de Leigos, que decorre em Viseu.

A+ / A-

“Os prisioneiros vivem de esperança”, realçou o padre Paolo Galardi, de Roma.

No 4º Encontro Nacional de Leigos, que decorre em Viseu, falou de uma experiência que viveu junto dos prisioneiros e da beleza da esperança.

Mais de meio milhar de participantes quis ouvir a mensagem do padre, artista e conselheiro espiritual do atelier de teologia do Centro Aletti - Instituto Pontifício Oriental em Roma.

Outra das intervenções foi a de Marisa Cristina March. Cosmologista na Universidade da Pensilvânia, onde faz investigação na área científica da energia escura. Para ela o desejo de felicidade encontra-se em Deus.

A Conferência Nacional das Associações de Apostolado dos Leigos (CNAL) continuou com debates dedicados ao território mais desertificado.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.