Tempo
|
A+ / A-

Natal solidário regressa ao convento dos Cardaes

10 nov, 2017 - 17:06 • Ângela Roque

Saiba como ajudar esta instituição das irmãs dominicanas de Santa Catarina de Sena, onde vivem 35 jovens e mulheres adultas com necessidades especiais. Este sábado há concerto, com entrada livre.

A+ / A-

O Natal solidário chegou novamente ao convento dos Cardaes, em Lisboa. Trata-se de uma iniciativa solidária que se repete por mais um ano e que já começou dia 4 de Novembro.

Aos fins-de-semana, até 17 de Dezembro, há sempre brunch, das 11h às 15h, e chá, das 15h30 às 19h. Mas, também os produtos que vendem têm sempre grande procura pela sua qualidade, diz à Renascença a irmã Ana Maria de Sousa Vieira: “Temos toda a panóplia de chutneys, doces, compotas e biscoitos, e é tudo feito aqui no convento, com frutas que vamos colher aos pomares, e que os produtores nos oferecem – ameixas que vamos buscar a Elvas, vamos buscar as pêras à Lourinhã, o tomate ao Cartaxo. Tudo sem conservantes”.

Os produtos estão à venda na loja do convento, onde se pode ir “em qualquer dia da semana” entre as 14h30 e as 17h30. “Podem adquirir estes presentes solidários, bons e bonitos, para levar para casa ou oferecer aos amigos, e assim também estão a ajudar uma causa”, sublinha a responsável pela instituição.

No convento dos Cardaes vivem actualmente 35 mulheres com necessidades especiais, a mais nova tem 24 anos e a mais velha 84. É para as ajudar que organizam o Natal Solidário. “Temos que encontrar estratégias para sustentar os nossos projectos, e por isso aproveitamos esta quadra para nos darmos a conhecer e para angariarmos fundos para a instituição que está no convento e que acolhe pessoas com necessidades especiais, e que têm de ser ajudadas”, explica a irmã Ana Maria, acrescentando que “as meninas têm de ter tudo o que lhes faz falta, tudo o que merecem e tudo o que precisam. Embora tenhamos ajuda da Segurança Social, obviamente, mas temos que nos fazer à vida para encontrar o resto”, explica.

Passar pelos Cardaes por estes dias é, assim, uma forma de ajudar a instituição e ficar a conhecer melhor esta obra e o próprio convento. Pelo sucesso das edições anteriores a irmã Ana Maria acredita que este ano não será diferente: “nós acolhemos bem, e a experiência diz-nos que as pessoas saem daqui muito bem-dispostas e com alguma ligação a esta casa. E isso é importante para a instituição, para nós, para quem cá trabalha e para quem beneficia de todo este afã”.

O Natal solidário vai decorrer até 17 de Dezembro e inclui ainda alguns concertos de entrada gratuita, aos quais quem ali se deslocar poderá assistir. O primeiro, já este sábado, é do coro de câmara de Lisboa, e está marcado para as 17h. Haverá outros concertos a 10 e a 17 de Dezembro.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.