|
A+ / A-

Em actualização

Governo escolhe Porto para candidato à Agência Europeia do Medicamento

13 jul, 2017 - 13:54

Decisão foi tomada em Conselho de Ministros, esta quinta-feira.

A+ / A-

Veja também:


O Governo decidiu candidatar a cidade do Porto para acolher a sede da Agência Europeia de Medicamento, anunciou esta quinta-feira a ministra da Presidência, Maria Manuel Leitão Marques.

No final da reunião do Conselho de Ministros, a ministra da Presidência disse que foi decidido que o Porto é a cidade portuguesa que "apresenta melhores condições para acolher a sede daquela instituição".

"O Porto está mais próximo do centro da Europa, está mais perto do centro da Península [Ibérica]", assinalou por seu lado o ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes.

A candidatura do Porto surgiu como hipótese para o Governo depois de a opção inicial por Lisboa ter motivado fortes críticas a Norte.

O Porto terá que enfrentar mais 22 candidaturas à instalação da Agência Europeia do Medicamento, que vai deixar Londres devido à saída do Reino Unido da União Europeia.

Entre as muitas cidades candidatas contam-se Bruxelas, Barcelona, Milão, Amesterdão, Atenas, Dublin, Copenhaga e Estocolmo.

A decisão deverá ser conhecida em Novembro.

A candidatura de Lisboa motivou críticas de personalidades como o presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, e os eurodeputados social-democratas Paulo Rangel e José Manuel Fernandes, que lançaram uma petição pública com o objectivo de convencer o Governo a optar por Porto ou Braga.

Paulo Rangel e José Manuel Fernandes acusam o Executivo de "tiques" centralistas ao propor Lisboa para ser a sede da Agência do Medicamento.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • JM
    13 jul, 2017 Loures 20:58
    Se calhar tiveram mais olhos que barriga.
  • Pedro
    13 jul, 2017 Lx 17:54
    Se o dinheiro dos contribuintes nao fosse simplesmente, e com perfeita consciencia, posto 'a rua por esta gente indescritivel. Isso sim, seria um noticia. "Candidatar" o Porto: pobre risota cobarde sem limites.
  • jmct
    13 jul, 2017 Alicante 16:18
    É uma pena que o país perca oportunidades por causa de guerrinhas de pequenez intelectual. Se verficarmos todos os outros candidatos, à exceção de Lille todos são as capitais ou as cidades mais importantes do país, como é o caso de Amesterdão. Sendo Haia a capital Amesterdão é a maior. Quem me dera estar enganado mas não temos hipóteses pelas informações que tenho.
  • rosinda
    13 jul, 2017 palmela 16:10
    A altice devia meter uma accao em tribunal contra a pessoa de antonio costa! Um primeiro ministro tem que saber o terreno que pisa!
  • Lolita
    13 jul, 2017 Coimbra 15:23
    Espero que perca.
  • Dias
    13 jul, 2017 Lx 15:20
    Então e o presidente da Câmara Municipal de Lisboa vai ficar calado ? Espero bem que diga qualquer coisa, mesmo que seja a elogiar o PM pela decisão.!!!!!!!
  • Miguel
    13 jul, 2017 Lisboa 15:18
    Como é quase certo que vai ficar em Toulouse, tanto dá apresentarem uma como outra. Uma vai para Hamburgo e a outra vai para Toulouse.
  • Oi?
    13 jul, 2017 Vila franca 14:50
    Já fomos.. enfim. gosto da lógica de o Porto estar mais perto da europa como argumento..
  • Antonio
    13 jul, 2017 Alverca 14:42
    Qual a razão porque nestas questões as alternativas são sempre Lisboa e Porto ? Por que carga de água não pode ser Portalegre ou Viseu ou Faro, etc etc, etc. Depois veem dizer-nos que o interior está desertificado. Canalhas
  • Berto
    13 jul, 2017 Porto 14:25
    Aguenta Negrinho. Mais uma derrota! A vida está a correr mal. A geringonça está a tornar se num ferro velho.