|
A+ / A-

Bispos reúnem-se em Fátima com visita do Papa na agenda

24 abr, 2017 - 06:14 • Paula Costa Dias

A vinda de Francisco e a canonização dos pastorinhos Francisco e Jacinta são os dois temas que dominarão a assembleia plenária da CEP.

A+ / A-

Os bispos portugueses reúnem-se, esta segunda-feira, em Fátima, para uma assembleia plenária em que estará em cima da mesa, naturalmente, a visita do Papa Francisco e a canonização dos pastorinhos Francisco e Jacinta, no dia 13 de Maio.

A reunião começa às 16h00, com uma intervenção do patriarca de Lisboa, Cardeal D. Manuel Clemente e decorre até quinta-feira, dia. Nesta Assembleia haverá eleições para a presidência da CEP, e para as direcções das várias comissões episcopais, até 2020. O patriarca é actualmente presidente da Conferência Episcopal e as normas permitem que seja reconduzido no cargo, se for esse o desejo dos bispos.

Segundo o porta-voz da CEP, padre Manuel Barbosa, há detalhes sobre a viagem do Papa e as cerimónias de Fátima que é preciso acertar. “O próprio reitor [do santuário] estará na Assembleia, para dar algumas informações finais sobre a presença peregrina do Papa em Fátima, dia 12 e 13 de Maio, e de vermos sobretudo alguns aspectos práticos da organização, que é preciso ter em conta para esses dias.”

Os bispos estão conscientes de que este ano, com a visita de Francisco, estarão mais olhos do que o habitual postos em Fátima. “Fátima fala por si mesma, mas todas as iniciativas à volta do acontecimento levarão mesmo os que habitualmente não estão sintonizados com estes acontecimento a saberem que esta é uma mensagem de paz, de esperança e de conversão. Essa mensagem passa até para os que se dizem não crentes”.

Nesta reunião vão ser aprovados alguns documentos, nomeadamente uma nota sobre os incêndios, e uma Carta Pastoral sobre a Catequese. “Que se passe de um modelo escolar a um modelo catecumenal, isto é, que seja uma catequese que ligue à vida, e o documento, que deverá ser aprovado, aponta para a catequese que temos que seja renovada, que seja uma catequese mais das comunidades, presente na família, que vá ao encontro dos anseios daqueles que são catequizados, e que não seja uma catequese entendida muitas vezes meramente em sentido teórico ou doutrinal, mas um doutrinal que implique a prática e a vivência da fé”.

A Assembleia Plenária da CEP vai, ainda, prosseguir a reflexão sobre a exortação apostólica do Papa “Amoris Laetitia”, sobre a família, analisar o trabalho da pastoral penitenciária e falar do sínodo dos bispos marcado para o próximo ano, e que vai ser dedicado aos jovens e ao “discernimento vocacional”.

Sobre a questão dos incêndios, que todos os verões assolam o país, o padre Manuel Barbosa diz que a Igreja quer deixar claro que está pronta a colaborar no combate ao flagelo. “Pretende alertar que todos nós continuemos a colaborar para prevenir esta calamidade que acontece todos os anos, mais na altura do Verão, mas não só, e alertar para que haja esse cuidado na prevenção e sobretudo também ver como é que está a ser cuidada a própria natureza e a criação, a casa comum, de que fala o Papa Francisco”, explica.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.