Tempo
|
A+ / A-

Seis novos casos de sarampo no hospital de Cascais

17 abr, 2017 - 07:00

Doença estava erradicada em Portugal. DGS aconselha “fortemente as crianças e todas as pessoas até aos 18 anos” a vacinarem-se.

A+ / A-

Uma criança de 13 meses não vacinada contra o sarampo deu entrada nas urgências e contaminou cinco funcionários do hospital.

Uma adolescente que já estava internada viu o estado de saúde agravado e foi transferida para o hospital D. Estefânia.

A Direcção-Geral da Saúde (DGS) promete para esta segunda-feira à tarde um balanço da doença. Até a passada quarta-feira, foram confirmados 10 casos ao nível nacional.

A doença chegou este mês a Portugal através de uma pessoa proveniente da Venezuela e uma criança de 11 meses. Estava já erradicada no país.

Apesar de os casos conhecidos estarem controlados, a DGS aconselha “fortemente as crianças e todas as pessoas até aos 18 anos” a completarem o ciclo de vacinação.

A sub-directora da Saúde diz ainda que também os “nascidos depois de 1970 podem fazer uma dose da vacina” para ficarem imunes.

A primeira dose da vacina tríplice VASPR (que previne as doenças de sarampo, parotidite epidémica e rubéola) é administrada aos 12 meses e a segunda aos cinco anos de idade.

Mas as doses podem ser dadas em qualquer idade.

Os nascidos antes da década de 70, devem estar quase todos imunes, uma vez que já terão tido sarampo, tendo assim adquirido imunidade.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • rosinda
    19 abr, 2017 palmela 23:44
    uma criança de 13 meses deu entrada no hospital de cascais e contaminou 5 funcionarios do hospital! façam vacinas ao domicilio para evitar a doença alastrar aos centros de saude e hospitais!
  • Carlos
    19 abr, 2017 Porto 10:28
    tantos comentários e tanta ignorância, então temos um péssimo SNS??????????????? quando não sabem o que dizem! calem-se, que fazem melhor figura
  • gaba-te cesto!
    17 abr, 2017 Santarém 22:20
    De tão afinadinhos que se gabam lá veio um doente do exterior para provocar um surto no país e pôr à prova e desmascarar o desleixo que reina por cá, já no caso da hepatite foi o mesmo resultado e possivelmente outros hão de surgir em breve!
  • joa
    17 abr, 2017 Lisboa 10:28
    É a qualidade da saude publica em portugal e do péssimo "sistema nacional de saude", onde dizem que não há dinheiro para nada, mas há para as desgovernações, corrupções, submarinos, biliões para a banca criminosa, etc!
  • joa
    17 abr, 2017 Lisboa 10:28
    É a qualidade da saude publica em portugal e do péssimo "sistema nacional de saude", onde dizem que não há dinheiro para nada, mas há para as desgovernações, corrupções, submarinos, biliões para a banca criminosa, etc!
  • 4 anos e meio
    17 abr, 2017 lx 09:40
    De Passismo começam agora a sentir os resultados das politicas de cortes e de ataques sociais às familias que levaram muitos portugueses a descuidar de obrigações por carências financeiras. Regredimos, pelo menos, 2 decadas com as políticas de empobrecimento do custe o que custar como afirmava o abencerragem!