Tempo
|
A+ / A-

Sismo em Itália. Cidade de Amatrice está destruída e precisa de sangue

24 ago, 2016 - 08:08

Forte abalo no centro do país devastou a cidade. Número de vítimas está a subir.

A+ / A-

A cidade de Amatrice, na região italiana de Lácio, província de Rieti, foi das mais atingidas pelo forte sismo que, esta quarta-feira de madrugada, atingiu o centro de Itália.

“Metade da cidade desapareceu”, afirmou o presidente da Câmara, Sergio Pirozzi.

“Não há estradas de acesso à cidade. A povoação está praticamente isolada, por isso quem vier para cá tem de encontrar uma via alternativa. Há zonas que deixaram de existir. Estamos a tentar desimpedir outras vias para deixar circular os veículos de emergência”, apelou ao início da manhã.

“Nesta altura a prioridade é para desimpedir todas as vias, para que possamos circular. Estamos isolados e estamos todos a trabalhar. As pessoas estão a ajudar e a nossa maior urgência é salvar todos quantos possam estar debaixo dos escombros”, adiantou.

Entre os sobreviventes está um bebé. “Um salvamento milagroso”, diz o jornal “La Stampa”. A casa onde se encontrava desabou completamente.

Vários edifícios desabaram ou simplesmente desapareceram. O cenário é de devastação e o número de vítimas está a ser apurado. O último balanço dá conta de 21 mortos.

O hospital da cidade pede sangue. Não importa o grupo sanguíneo.

Além das estradas cortadas, as comunicações estão complicadas, pelo que as autoridades pedem à população que não utilize o telefone, a não ser que seja mesmo necessário, e desimpeça também a internet.

Amatrice fica numa região montanhosa, pelo que a possibilidade de haver deslizamentos de terra é grande. A cidade tem cerca de 2.800 habitantes e estende-se por uma área de 174 km².

O terramoto ocorreu às 3h36 (2h36 em Lisboa), a sudeste de Norcia, cidade da província de Perugia e teve uma magnitude de 6,2 na escala de Richter, sacudindo o centro de Itália.

As cidades mais afectadas são Accumoli, Amatrice, Posta e Arquata del Tronto, nas regiões de Umbria, Lazio e Marche.

Faça zoom no mapa para ver a localização das cidades mais afectadas.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • marta Oliveira
    24 ago, 2016 reading uk 20:18
    Onde se pode dar sangue para ajudar essas pessoas.deus tenha piedade
  • Fernando Carapinha
    24 ago, 2016 Montijo 09:15
    ... no mesmo dia em que o Vesúvio destruiu Pompeia. Que coincidência !!!