Tempo
|
A+ / A-

Juiz que suspendeu ministro Lula participou em "manifs" contra Dilma

17 mar, 2016 - 17:04

A notícia é avançada pela Folha de São Paulo. A página de Facebook do juiz foi apagada.

A+ / A-

Veja também:


O juiz federal que suspendeu esta quinta-feira a posse Lula da Silva participou em manifestações pela destituição da Presidente Dilma Rousseff.

Na sua página do Facebook, Itagiba Catta Preta Neto publicou conteúdo do movimento Vem Pra Rua, que defende o “impeachment” de Dilma, e fotografias em que surge em protestos contra a Presidente e com um autocolante de apoio a Aécio Neves (do PSDB).

A notícia é avançada pela Folha de São Paulo. A página de Facebook do juiz foi apagada.

A justiça federal de Brasília suspendeu esta quinta-feira a nomeação de Lula da Silva para o Governo. O Executivo de Dilma Rousseff vai recorrer.

A notícia foi conhecida minutos depois de o antigo Presidente tertomado posse como chefe da Casa Civil, numa cerimónia que decorreu no Palácio do Planalto.

O juiz Itagiba Catta Preta Neto, da secção judiciária do Distrito Federal, considera que, ao entrar para o Governo, Lula da Silva pode influenciar a investigação de que é alvo, no âmbito do caso "Lava Jato". "A posse e exercício no cargo pode dar ensejo a uma intervenção indevida e odiosa na actividade policial, do Ministério Público e mesmo no exercício do poder judiciário pelo senhor Luiz Inácio Lula da Silva", refere a decisão judicial.

A decisão provisório foi tomada na sequência de uma acção popular interposta por um advogado, mas ainda é passível de recurso para o Tribunal Regional Federal da 1ª Região, ou, TRF-1, avança a imprensa brasileira.

Lula da Silva está a ser investigado no âmbito do caso de corrupção "Lava Jato". Ao entrar para o Governo fica mais protegido, podendo apenas ser investigado pelo Supremo Tribunal Federal e já não pelos procuradores do Ministério Público que investigam os casos de corrupção da Petrobras.

Pelo menos dois feridos em protestos pró e contra governo brasileiro
Pelo menos dois feridos em protestos pró e contra governo brasileiro
Lula toma posse, Dilma discursa: "Os golpes começam assim"
Lula toma posse, Dilma discursa: "Os golpes começam assim"
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Evaldo
    18 mar, 2016 Almada 02:29
    infelizmente é assim #JulioRibeiro, a Direita é Inocente ate que se prove o Contrario ja a esquerda é Culpada ate que se prove o contrario.. é triste isto.
  • Carlos Mamede
    18 mar, 2016 Chaves 00:03
    Em Portugal, também o juiz Rui Rangel, apareceu várias vezes na televisão a criticar o juiz Carlos Alexandre por este manter Sócrates preso. Ou seja, o juiz Rangel tomou partido por uma das partes. Quando o advogado de Sócrates recorreu para o tribunal da relação de Lisboa da decisão do juiz Carlos Alexandre, foi o juiz Rangel que decidiu o recurso, e decidiu pela libertação de Sócrates. Tivemos esta situação vergonhosa de o juiz Rangel ser ao mesmo tempo, comentador televisivo do caso Sócrates e juiz do mesmo caso. Haja vergonha. Ao juiz Rangel, não restava outra solução, devia ter pedido a dispensa do processo e ser outro juiz a decidir o recurso de Sócrates. Isto para que este processo fosse limpo e não houvesse suspeições. Um juiz, não pode aparecer nas televisões a comentar um caso mediático e ao mesmo tempo julgar esse mesmo caso.
  • Luís Ferreira
    17 mar, 2016 Oeiras 23:40
    Os brasileiros devem inspirar-se em Portugal, onde não há governantes corruptos, politicos ladrões, e a justiça é célere e eficiente...Por isso é que em Portugal não vai ninguém preso...Santo país que de tanto olhar-mos para fora não vemos o que cá vai dentro...
  • Jose Trocaste
    17 mar, 2016 Rua 44 - Lisboa 23:10
    Amigos Lula e Dilma . Calma . Isso NUNCA dá em NADA . Aguentem-se no poleiro e prometam muitas coisas ao povo que é o que o povo gosta de ouvir e assim tereis o povo do vosso lado . CORAGEM , MUITA CORAGEM ... o PODER É NOSSO ... e a massa também ...
  • José
    17 mar, 2016 Seixal 22:56
    Qdo um juiz, tem em mãos um processo, não pode tomar partido por qualquer dos lados, ao participar de manifestações contra ou a favor não dignifica a função, não é juiz.
  • Carlos Macedo
    17 mar, 2016 Maia 22:07
    E daí? Nesta altura 80% do povo Brasileiro quer ver Dilma/Lula/PT fora do Governo. Os Brasileiros estão saturados de ganhar pouco, e pagar tantos impostos para alimentar tanta corrupção.
  • tuagtento
    17 mar, 2016 amarante 21:57
    Os juízes brasileiros são mesmo isentos. Nos governos de direita nunca se viu tal, e a corrupção no Brasil é o que se vê. A justiça brasileira e tendenciosa.
  • tuagtento
    17 mar, 2016 amarante 21:57
    Os juízes brasileiros são mesmo isentos. Nos governos de direita nunca se viu tal, e a corrupção no Brasil é o que se vê. A justiça brasileira e tendenciosa.
  • JULIO RIBEIRO
    17 mar, 2016 LISBOA 20:43
    É impressionante a lavagem cerebral que se conseguiu no Brasil. Onde estão os factos comprovados para a condenação ? Primeiro elege-se um culpado, depois investiga (enquanto isso assa em forno brando) para depois prender. É um absurdo. Será que as pessoas não veem que não é um tema "esquerda" versus "direita" É ignorar qualquer estado de Direito. O de Porto Alegre que escreveu ai deve ter as tais provas, porque para se falar é preciso provar (ah! me esqueci, pela Internet pode quase tudo, né...)
  • Anselmo
    17 mar, 2016 Itatinga - SP 20:28
    luis - A ignorância resumida em quatro letras! 17 Mar, 2016 lisboa 18:21 O Brasil está à beira de um golpe da extrema direita reaccionária e xenófoba e o apoio de todos os democratas é necessário.

Destaques V+