A+ / A-

​Volkswagen não vai indemnizar clientes europeus

25 nov, 2015 - 17:02

O construtor automóvel anunciou no início de Novembro uma compensação de 1.000 dólares por viatura para os 480 mil automobilistas norte-americanos.
A+ / A-

O construtor automóvel alemão Volkswagen não vai indemnizar os proprietários europeus de veículos equipados com um dispositivo para distorcer as emissões poluentes, ao contrário dos clientes norte-americanos.

"Não haverá compensação financeira para os proprietários destes veículos (equipados com motores manipulados) na Alemanha", disse esta quarta-feira à agência France Presse Enrico Beltz, porta-voz do grupo para as vendas.

As medidas propostas pela Volkswagen na Alemanha e validadas pelas autoridades serão aplicadas em toda a Europa.

O construtor automóvel anunciou no início de Novembro uma compensação de 1.000 dólares por viatura para os 480 mil automobilistas norte-americanos afectados pelo caso e assistência gratuita por três anos em caso de avaria.

Para a Volkswagen, a diferença de tratamento entre os Estados Unidos e a Europa justifica-se "porque estes dois mercados não são comparáveis", declarou Beltz.

"Nos Estados Unidos, o diesel é minoritário, um segmento muito pequeno" do mercado automóvel, sublinhou, acrescentando que os proprietários de veículos a diesel pagam mais pelos carros e têm de "pagar o combustível mais caro" que os automobilistas alemães.

Na Alemanha, as vendas de veículos a diesel representam "perto de 50% do total do mercado automóvel", apontou.

O porta-voz lembrou que o objectivo do construtor é reparar os veículos sem afectar o seu desempenho.

"Se conseguirmos fazer isso, não haverá indemnização para os clientes alemães", sublinhou. O construtor ainda não está em condições de garantir que esse objectivo será atingido.

O grupo, que integra 12 marcas, terá de chamar às oficinas 8,5 milhões de veículos com um dispositivo destinado a distorcer as emissões poluentes a partir de Janeiro, na Europa.


legislativas 2019 promosite
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Joaquim Silveira
    26 nov, 2015 Lisboa 11:16
    A VAG (Volkswagen Audi AG) lá saberá o que faz de si e dos seus clientes. Por mim não voltarei a repetir a escolha e acredito que outros como eu o farão. Lamentável arrogância!
  • Pai Louco
    26 nov, 2015 Coimbra 09:43
    OK. Não compramos mais carros do grupo Volkswagen.
  • jacc
    25 nov, 2015 evora 17:42
    Fazem muito bem os euros nao sao iguais aos dolares assim sendo os europeus nao deveriam gastar nem um "tostao" com carros mad in germany
  • Joca Rodrigues
    25 nov, 2015 V N Gaia 17:34
    Que explicação prepotente... Afinal o que é que se esperava?