|

 Casos Ativos

 Suspeitos Atuais

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

Trump republica vídeos anti-islâmicos partilhados por extremista de direita britânica

29 nov, 2017 - 11:58

Presidente dos EUA partilhou no Twitter vídeos violentos com teor anti-islâmico. Autora dos "tweets" já foi detida pelas autoridades.

A+ / A-

O Presidente norte-americano, Donald Trump, republicou na rede social Twitter três vídeos partilhados pela dirigente de extrema-direita do Reino Unido Jayda Fransen, da organização Britain First.

Os vídeos, de violência explícita, mostram alegados actos cometidos por muçulmanos.

Os "retweets" de Trump surgem dez dias depois de Jayda Fransen ter sido detida em Belfast, na Irlanda do Norte, por proferir um discurso de ódio contra minorias.

Um dos vídeos mostra um rapaz a ser empurrado de um telhado; outro mostra um jovem de muletas, supostamente holandês, a ser espancado; e o terceiro exibe um homem a destruir uma estátua da Virgem Maria.

Os vídeos, cuja autenticidade o jornal britânico "The Independent" não conseguiu confirmar, tiveram, até ao momento, milhares de reacções e foram partilhados quase cinco mil vezes.

Uma das reacções foi da própria Jayda Fransen: "Deus o abencoe, Trump! Deus abençoe a América".

Trump tem sido acusado de normalizar discursos de ódio racial e religioso. Em Agosto, depois de um supremacista branco ter usado um carro para matar uma manifestante anti-racista, o Presidente dos Estados Unidos distribuiu a culpa pelos “dois lados”, sem condenar explicitamente a extrema-direita norte-americana.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Joaquim
    29 nov, 2017 21:15
    O vídeo é verdadeiro ou falso? Isso é que interessa. Tudo o argumentario anti-trump é vergonhoso
  • VIRIATO
    29 nov, 2017 CONDADO PORTUCALENSE 18:47
    Os jornaleiros e o jornalixo ao serviço da pouca vergonha do politicamente correcto. Estão sempre a criticar Trump porque ele personifica e dá voz a quem está farto de ouvir a nojeira e a baderna protagonizada pela turma do costume. Estes parasitas que tanto o criticam, estão nem mais nem menos ao serviço do "s.o.s. raquitismo" e a turma do arco-íris. Mas isto irá ter um fim, as pessoas com neurónios estão tomar consciência de que quem nos trouxe até ao estado em que se encontra o mundo, foi o pensamento dominado pelo lobby gay e pelo lobby neo liberal que comandou através dos seus mordomos (obama, merkl e hollande ), a propaganda desses mesmos lobbies. Querem ver um exemplo da falta de ética na c.s.?...ainda hoje estão a passar imagens de um video de 2 funcionários numa loja do LIDL, agredidos barbaramente pelas tais turmas parasitas que vivem no bem bom, através da atribuição dos rsi´s, que provêm dos nossos descontos. Mas claro, a r.r., faz de conta que não é noticia. Notícia é um post do Trump , que mais não faz do que chamar a atenção para o perigo da invasão islãmica, patrocinada pelos obamas, merkls, hollands e outros serviçais. Já agora aonde está a investigação jornalística, acerca dos ciganos que deram uma trepa ao conimbricense à saída de uma loja de fast food em Coimbra e que fugiram à patrão de Portugal pelas tais "fronteiras abertas" ao serviço dos criminosos, e não das pessoas que vivem na legalidade. Viva Portugal e os verdadeiros Portugueses, fora a barbárie.
  • Marcio
    29 nov, 2017 Lisboa 15:56
    Os media são os maiores destruidores sociais ao publicarem de má fé
  • José Saraiva
    29 nov, 2017 Viseu 15:37
    em Portugal houve em tempos (?) políticos que partilharam a "pouca vergonha" da Casa Pia (até eram protagonistas) ...e não se ouviu tanto barulho..
  • gustavo
    29 nov, 2017 lisboa 15:24
    Leonardo nem mais!! e quem concorda com o Trump é logo apelidado de nazi, racista etc, e basta ver os comentários desse pessoal para se perceber a falta de nível e falta de neurónios. basta ler algumas colunas de opinião pela nossa imprensa para se verificar o que acima descrevo, mas esses mesmos opinion makers sobre a sua candidata (que ia salvar o mundo do monstro Trump) agora estão muito caladinhos sobre os casos da fundação clinton, uranium one, emails. não tem vergonha nenhuma. só falta agora virem dizer mal do facto da festa de natal voltar á casa branca.
  • Pedro Silva
    29 nov, 2017 Lisboa 15:11
    Uns matam e explodem bombas, mas terrorista mesmo é o Trump que mandou um tweet...
  • LUSITANIA ESTUPIDEZ
    29 nov, 2017 a culpa é minha 15:03
    "Tem de haver uma educação para que eles possam viver numa sociedade como a nossa. Uma guerra principalmente provocada pela Europa." ??? Oh Lusitânia, será que sabes o que estás a dizer, ou abres a boca só para sair asneira?! Que educação? Esta gente é educada pelos familiares que seguem os seus costumes. Mas então estes muçulmanos não são criados e convivem com os outros, não vão para a escola como os outros, dão-lhes trabalho, respeito, mas porque é que viram terroristas? Tens como exemplo o jhiad e jhones e outros...Que educação? Esta gente quer viver nos países dos outros como vivem nos seus países, nunca aceitarão nada sem ser o que eles são! Conversa mais estúpida! Depois uma guerra provocada pela europa? Mas tás tola ou quê? A europa tem culpa porque aceita toda esta escumalha, a aguerra pertence é a estes tolos, atrasados mentais, retrógrados. Quer dizer o outro dia no egipto houve um atentado com centenas de mortos, como todas as matanças que fazem, incluindo a matança que eles fazem na europa e a europa é que provoca a guerra? Eles é que peguem nas armas para matar, e até nem precisam de armas para matar. Fazem as bombas, pegam em carros e aviões e matam quando querem o maior número de pessoas. Oh pá tem vergonha do teu comentário. É RIDÍCULO! A culpa é minha ou do trumpas! Santa estupidez!
  • Marcio
    29 nov, 2017 Lisboa 14:59
    Fez muito bem
  • Leonardo
    29 nov, 2017 Porto 14:56
    Se não gostam de Trump, porque que estão sempre a promove-lo com este tipo de noticias? Foi uma atitude anti islamita que o fez ganhar as eleições, é altura de perceber que os povos civilizados não dão vitórias a quem promove a vinda seja a pretexto for de muçulmanos. Duas duas uma ou respeitam isso ou perdem as eleições e passam o tempo a dizer mal de quem as ganhou democraticamente. Porque os Americanos só sabem em quem devem votar quando dão a vitória a obamas?
  • é_o_maior
    29 nov, 2017 lisboa 14:18
    tantas virgens ofendidas!!!! desculpem ....!! será este o termo certo para vos caracterizar : virgens não-binários ofendidos(as)(?) ? Trump é o maior!!! :))))