A+ / A-

Basílio Horta pede a Costa obras nas "escolas em que chove lá dentro"

26 set, 2017 - 22:31 • Susana Madureira Martins

Líder do PS garantiu no início do discurso que vota em Basílio Horta, no próximo domingo, mas nem por isso se livrou do recado do presidente-recandidato à Câmara de Sintra.
A+ / A-
Reportagem de Susana Madureira Martins, com António Costa e Basílio Horta
Reportagem de Susana Madureira Martins, com António Costa e Basílio Horta

Há escolas de Sintra em que chove lá dentro e precisam de obras urgentes, disse esta terça-feira o autarca e recandidato, Basílio Horta, num comício que contou com a presença do líder do PS, António Costa.

O secretário-geral socialista esteve esta terça-feira à noite num jantar comício em Sintra, concelho onde reside e vota, e apelou a uma mobilização dos eleitores.

António Costa garantiu logo no início do discurso que vota em Basílio Horta, no próximo domingo, mas nem por isso se livrou do recado do presidente-recandidato.

Basílio Horta aproveitou o jantar, no quartel dos Bombeiros de Belas, para fazer um pedido ao líder do partido e primeiro-ministro

“Nós temos muitas escolas que precisam de reparações. Nós estamos disponíveis para fazer um acordo sério com o Governo por forma encarar algumas das escolas que estão em pior estado. Não podemos admitir que haja escolas em que chove lá dentro, onde miúdos quando chove têm que andar com as cadeiras de um lado para o outro. Essas crianças quando crescerem olham para o Estado não como um amigo, mas como alguém que não cuidou delas quando elas mais precisaram de ser cuidadas”, afirmou Basílio Horta.

O secretário-geral do PS já tinha discursado e não teve oportunidade de retorquir. Mas antes de ouvir o presidente da Câmara de Sintra deu uma espécie de resposta antecipada.

“Vamos reforçar as competências dos municípios e, para isso, é essencial termos autarcas que não tenham medo de assumir as suas responsabilidades e tenham capacidade de gerir os meios reforçados que vão ter ao seu dispor. Nestes quatro anos, o dr. Basílio Horta mostrou bem que não tem medo de assumir responsabilidades e quando há desafios pela frente não chega atrás, chega-se à frente e diz: estou aqui para ajudar a resolve este problema”, disse António Costa.

O líder socialista avisou, ainda, que as eleições não se ganham com sondagens e que no domingo é preciso ir votar.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.