O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-

Sobe nível de alerta em Londres

15 set, 2017 - 20:52

Aumenta também o número de feridos após o atentado reivindicado pelo autoproclamado Estado Islâmico.
A+ / A-
Testemunhas descrevem pânico após explosão em Londres. "Era cada um por si"
Testemunhas descrevem pânico após explosão em Londres. "Era cada um por si"

Os serviços de segurança britânicos elevaram o nível de segurança no país de "severo" para “crítico”, o nível máximo. A primeira-ministra Thereza May considera que um novo ataque pode estar "iminente".

O ataque desta sexta-feira foi reivindicado pelos terroristas do Estado Islâmico.

As autoridades britânicas confirmam também que aumentou para 29 o número de feridos no atentado na estação de metro de Parsons Green, em Londres. O nível de segurança no país subiu para “critico”.

O Serviço Nacional de Saúde disse que 21 pessoas estão a receber tratamento e oito outras já tiveram alta. Segundo a polícia, a maior parte dos ferimentos são queimaduras e não há registo de feridos graves.

O 'Mayor' de Londres, Sadiq Khan, disse à LBC Radio que "está em curso uma caça ao homem" para encontrar o culpado pelo ataque classificado pela polícia como "terrorista".

A unidade antiterrorista da polícia está a proceder a "investigações rápidas para identificar os culpados", não tendo ainda havido "nenhuma detenção", de acordo com um comunicado das autoridades.

As chamas deflagraram, às 8h21 (hora local), num balde de plástico depois de se ter sentido uma explosão, no interior de um comboio com capacidade para transportar 865 passageiros.

As autoridades já tinham anunciado que estavam a lidar com a ocorrência no quadro de um "acto terrorista" que provocou uma explosão e "bolas de fogo" no interior da composição que se encontrava na estação de Parssons Green.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Mario
    16 set, 2017 Portugal 12:20
    Londres, assim como varias cidades inglesas pertencem aos muçulmanos e foram oferecidas pelos governos ingleses por isso saiam dessas cidades e deixem os muçulmanos por la e assim já nao sofrem atentados.