O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
|
A+ / A-

França. PSG venceu e com golo de Neymar

13 ago, 2017 - 22:34

Parisienses estão na frente do campeonato.
A+ / A-

O Paris Saint-Germain (PSG) foi vencer a casa do Guigamp, por 3-0, em jogo que marcou a estreia de Neymar, que fez o terceiro golo dos parisienses.

O jogador mais caro da história sentenciou a partida, aos 82, marcando um golo 'fácil' após trabalho de Cavani.

O PSG sentiu dificuldades no primeiro tempo e só chegou à vantagem por infelicidade alheira na etapa complementar, quando o lateral-direito congolês Jordan Ikoko (52) fez um atraso deficiente na área, traindo o guarda-redes.

Com Pedro Rebocho a lateral esquerdo, o Guigamp viu o Cavani correr nas costas da defesa e marcar o segundo, aos 62 minutos, a passe de Neymar, que deixou o uruguaio na 'cara' do guarda-redes.

O Paris Saint-Germain, que teve Gonçalo Guedes no banco, soma assim seis pontos, juntando-se a Mónaco, Lyon, Marselha e Saint-Étienne.

Horas antes, um 'hat-trick' do colombiano Radamel Falcao permitiu ao campeão Mónaco golear por 4-1 na visita ao Dijon.

Com os portugueses João Moutinho e Rony Lopes no 'onze' e Gil Dias no banco, a equipa de Leonardo Jardim foi implacável, com o antigo ponta-de-lança do FC Porto a marcar aos 3, 37 e 51 minutos, enquanto Jemerson (25) fez o outro golo monegasco: o tento de Wesley Said (43) foi parco para motivar uma reacção.

O Estrasburgo conquistou os primeiros três pontos com 3-0 sobre o Lille de Edgar Ié, que viu o seu colega guarda-redes Maignan expulso aos 63, quando ainda se registava 0-0.

Martin (74) e os suplentes Liénard (82), de penalti, e Grimm (88) fizeram os golos que igualam as equipas na classificação, com três pontos.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.