O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-

Incêndios. Quatro centros de saúde abertos durante a noite

13 ago, 2017 - 21:11

A medida foi tomada para ajudar vítimas dos incêndios.
A+ / A-

Quatro centros de saúde nos distritos de Coimbra, Leiria e Castelo Branco vão estar a funcionar durante a noite devido aos fogos que lavram na região, informou a Administração Regional de Saúde do Centro (ARSC).

Face aos incêndios que afectam a região Centro, a ARSC enviou hoje uma nota informando que os centros de saúde de Miranda do Corvo e de Vila Nova de Poiares (distrito de Coimbra), de Figueiró dos Vinhos (Leiria) e de Vila de Rei (Castelo Branco) vão estar a funcionar durante a noite.

Já os centros de saúde de Cantanhede (Coimbra) e Mealhada (Aveiro) "vão estar abertos até às 24h00", referiu a ARSC, em nota de imprensa enviada à agência Lusa.

A ARSC sublinhou ainda que estão disponíveis os hospitais das misericórdias da Mealhada e de Anadia "em caso de necessidade".

A região centro é hoje à tarde afectada por vários grandes incêndios, sendo os mais preocupantes os de Ferreira do Zêzere (que progrediu para Vila de Rei), Mealhada (Aveiro), Alvaiázere (Leiria) e Coimbra (que lavra em Vila Nova de Poiares).

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Filipe
    13 ago, 2017 évora 23:03
    Isto já se esperava quando o Estado substitui as companhias seguros , ter seguro para quê e vender a madeira para quê , se deitando fogo o Estado paga tudo com o pessoal sentado no sofá a ver a desgraça ? Até acho que o Estado devia já acautelar a floresta deitando tudo a baixo e meter tapetes de alcatrão por esses campos a fora ...