O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-

​EUA. Calor extremo deixa dezenas de aviões em terra

20 jun, 2017 - 19:38

Restrição afecta a zona de Phoenix. As previsões dos meteorologistas apontam para temperaturas máximas que podem atingir os 49 graus, o que impede algumas aeronaves de operar.
A+ / A-

Mais de 40 voos foram cancelados em Phoenix, no Arizona, devido ao calor extremo que se faz sentir naquela parte dos Estados Unidos.

As previsões dos meteorologistas apontam para temperaturas máximas que podem atingir os 49 graus, o que impede algumas aeronaves de operar.

A companhia American Airlines foi uma das afectadas. Cancelou dezenas de partidas do aeroporto Sky Harbor, em Phoenix, durante as horas mais quentes do dia.

A restrição atinge, sobretudo, os voos regionais que são realizados em aviões mais pequenos, como os Bombardier CRJ. Com capacidade para cerca de 50 passageiros, estes aparelhos só podem voar com temperaturas até 48 graus.

Os voos cancelados foram remarcados e serão realizados ainda esta terça-feira, mas em horas de menos calor.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.