O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
|
A+ / A-
Primeira Liga

A "final" do Benfica que o Sporting quer ganhar

21 abr, 2017 - 23:30 • José Pedro Pinto

Dérbi eterno marca a jornada 30 da Primeira Liga. Tricampeão nacional lidera o campeonato e pode dar passo de gigante rumo ao histórico "tetra" em caso de vitória. Leão com o orgulho em jogo e, porventura, algo mais. Pontapé de saída às 20h30 de sábado, em Alvalade. Relato na Renascença e acompanhamento em rr.sapo.pt.
A+ / A-

O Sporting recebe o Benfica, este sábado, no dérbi de Lisboa que marca a jornada 30 da Primeira Liga.

Contas do título, Liga dos Campeões, emoção e orgulho em jogo naquele que será o 300º encontro entre os eternos rivais da capital portuguesa.

O contexto

Há oito pontos a separar águias e leões, com o tricampeão nacional a liderar a tabela. Um triunfo em Alvalade não decidirá as contas do título mas terá o dom de motivar ainda mais os encarnados para as quatro últimas jornadas do campeonato.

Ora, esta que é a principal "final" dos homens de Rui Vitória poderá levar o Sporting a querer ter uma palavra a dizer.

A corrida pelo título há muito deixou de ter os verde e brancos como sérios candidatos à vitória e, pela lógica, o terceiro lugar que a formação de Jorge Jesus ocupa deverá ser definitivo. Contudo, os cinco pontos que distanciam o emblema lisboeta do FC Porto, segundo classificado, permitem ainda uma ligeira onda de esperança quanto à ascensão à vice-liderança e à consequente entrada directa na Liga dos Campeões.

O momento de ambas as equipas, num outro ponto de vista, permite perceber que a intensidade do dérbi será máxima.

O Benfica é a melhor equipa da prova a jogar fora de casa, com 32 pontos amealhados em 42 possíveis. O Sporting atravessa o melhor momento da temporada - pasme-se -, com cinco vitórias consecutivas.

As opções

Impedido apenas de levar a jogo o castigado Marvin Zeegelaar, Jorge Jesus prepara, porventura, uma única alteração no onze que iniciou o jogo com o Vitória de Setúbal (triunfo por 3-0): Jefferson entra directamente para o lado esquerdo, o que manterá Bruno César no meio-campo.

No Benfica, a dúvida do momento passa por Jonas. Indo a jogo, após uma semana em que treinou sempre de forma condicionada, o "Pistolas" voltará a formar dupla ofensiva com Mitroglou. Sendo interpretação de Rui Vitória que o brasileiro não estará totalmente apto, Rafa Silva derivará para o apoio ao grego, entrando Zivkovic para o lado esquerdo do meio-campo.

O histórico

Sim, já lá vão 299 edições daquele que é considerado, pelos adeptos de Sporting e Benfica, como o "dérbi dos derbies". Olhando só para o campeonato, os encarnados tomam a dianteira de forma declarada, com 77 triunfos em 165 encontros. Os leões venceram por 47 ocasiões.

Restringindo o raio de acção a desafios da Primeira Liga com o Sporting na qualidade de visitado, o equilíbrio é enorme. E, porventura, pode vir a ser total, na noite de sábado: 32 vitórias para o Sporting e 31 para o Benfica, num total de 82 jogos.

Lotação esgotada

Dérbi que é dérbi deve ser disputado com casa-cheia. Este não foge à regra. Com capacidade para 50.095 espectadores, o bastião verde e branco prepara-se para uma das maiores enchentes da época.

Devido à limitação tradicional de lugares, em matéria de segurança, podem apenas cruzar as entradas 50.046 espectadores. Foi esse o número que assistiu ao jogo da Liga dos Campeões, entre Sporting e Real Madrid.

O Sporting-Benfica, da jornada 30 da Primeira Liga, arranca às 20h30 deste sábado, no Estádio de Alvalade, com arbitragem do portuense Artur Soares Dias. Jogo com relato na antena da Renascença e acompanhamento ao minuto em rr.sapo.pt.


Primeira Liga: 30ª Jornada
Estádio de Alvalade, Lisboa
Árbitro: Artur Soares Dias (AF Porto)

Equipas prováveis

Sporting

Rui Patrício; Schelotto, Coates, Rúben Semedo e Jefferson; Gelson Martins, Adrien Silva, William Carvalho e Bruno César; Alan Ruiz e Bas Dost.
Treinador: Jorge Jesus.

Benfica
Ederson Moraes; Nélson Semedo, Luisão, Lindelof e Grimaldo; Salvio, Pizzi, Fejsa e Rafa Silva; Jonas e Mitroglou.
Treinador: Rui Vitória.


Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Carlos Reis
    22 abr, 2017 Coimbra 18:30
    Continuem os orgãos de comunicação social, todos os dias, através de uma sistemática campanha de intoxicação futeboleira a espalhar o ódio entre as pessoas que gostam de futebol, só com o intuito mercantilista, que vão ver onde isto vai parar.
  • 22 abr, 2017 02:00
    nao e obrigado a ter seguro mas pode fazer!