O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-

Nuno incrédulo. "Castigo de dois jogos a Brahimi é absurdo"

21 abr, 2017 - 13:02

Treinador do FC Porto contesta, também, arbitragem de Hugo Miguel, em Braga.
A+ / A-

O treinador do FC Porto, Nuno Espírito Santo, considera que o castigo de dois jogos aplicado a Yacine Brahimi “é absurdo”.

“Há coisas difíceis de explicar. Nós, enquanto clube, e eu, particularmente, venho dizendo que é preciso colaborar, para que os árbitros tenham um bom desempenho e sejam justos. Mas é muito complicado explicar aos meus jogadores e aos adeptos o que aconteceu em Braga”, disse o técnico portista, esta sexta-feira, na conferência de imprensa de antevisão do FC Poto-Feirense, marcado para domingo.

“Não tem explicação nem defesa possível. Fomos vítimas de uma injustiça. Eu estava lá e nada justificava a expulsão. O castigo de dois jogos é absurdo", reforçou Espírito Santo.

Dizendo esperar "que se faça justiça" com base no recurso apresentado pelo clube, o treinador dos dragões manifestou "solidariedade" ao jogador argelino "que foi injustiçado" e pediu "que seja reposta a verdade", porque "não se passou nada, nada que se adequasse à expulsão e ao castigo posterior”.

"Se vamos falar nesse jogo [em Braga], o que me preocupa como técnico são as inúmeras faltas do nosso adversário e a dualidade de critérios. Nós sentimos que não foi justo. Os jogadores do FC Porto têm sido vítimas constantes de faltas graves, que não estão a ser punidas, que nos condicionam”, reiterou.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Anonimo
    21 abr, 2017 Porto 22:28
    Para esse comentador de Gondomar só lhe digo que o comentário que fez é tão infeliz e ridículo, pois esquece que os três grandes são beneficiados e prejudicados. Não lhe admito que fala assim da porta 18, pois isso é um caso que já foi julgado e alem disso em todos os clubes, mais propriamente nos grandes, a sempre adeptos que andam metidos em problemas de droga, pelo que todos nós na nossa casa temos telhados de vidro
  • Rosinda
    21 abr, 2017 17:51
    O problema e que essa mudanca para comunidade europeia so trouxe mudancas para alguns!
  • manuel gomes
    21 abr, 2017 gondomar 17:17
    olha quem fala. Como regra geral só fala assim quem está de barriga cheia. Este ano as arbitragens com estes internacionais provetas e com pinóquios a adulterar a verdade desportiva tem sido uma miséria, mas como fel no cu dos outros para mim é mel este fala de barriga super cheia, quando bate a porta 18 borrifam mundos e fundos
  • Petervlg
    21 abr, 2017 Trofa 13:28
    Absurdo é as pessoas aceitarem o que se diz. Numa profissão qualquer, se existir uma falta de respeito para com outras pessoas, essa pessoa é despedida, só no futebol é que se aceita tudo, é vergonhoso virem defender o Brahimi Por se desculpar tudo é por esse motivo que o futebol Português atingiu este patamar, do vale tudo... Se estivesse pessoas serias a frente do futebol, nada disto acontecia, mas VALE TUDO...