|
A+ / A-

Síria. EUA confirmam destruição de 20% da capacidade aérea

11 abr, 2017 - 00:24

Secretário norte-americano da Defesa e porta-voz da Casa Branca deixam avisos ao regime de Bashar al-Assad.

A+ / A-

O ataque dos Estados Unidos contra o regime sírio retirou 20% da capacidade aérea do Governo de Bashar al-Assad. As contas são do secretário norte-americano da Defesa Jim Mattis.

“A avaliação do Departamento de Defesa é que o ataque deixou como resultado danos ou destruição completa de depósitos de munições e combustíveis, da capacidade de defesa aérea e 20% de todos os aviões sírios operacionais”, referiu.

Já o porta-voz da Casa Branca Sean Spicer tinha deixado um aviso para o futuro: “Se voltam a gasear um bebé ou lançam bombas sobre gente inocente, terão resposta porque é inaceitável”.

Os Estados Unidos atacaram a base aérea de al-Shayrat, perto da cidade de Homs, como resposta ao ataque com armas químicas a Khan Shaykhun que fez, pelo menos, 86 mortos.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • António Costa
    11 abr, 2017 Cacém 09:39
    E fazer explodir igrejas, como no Egípto, já se pode? Porquê, as crianças egípcias "não são bonitas"? Só os grupos radicais islâmicos é que podem matar?