O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
A+ / A-

Governo atento aos fenómenos de violência na arbitragem

21 mar, 2017 - 12:07

João Paulo Rebelo, secretário de Estado da Juventude e do Desporto, defende que as instituições não podem ter uma atitude conformista.
A+ / A-

João Paulo Rebelo está atento ao clima de instabilidade que se vive na arbitragem e tem registado os incidentes que têm sido notícia nos últimos meses. O secretário de Estado da Juventude e do Desporto esclarece que tem estado em contacto com a Federação Portuguesa de Futebol (FPF), com a Liga e com APAF (Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol), no sentido de "construir algo positivo".

A ideia passa por "fazer um caminho em direcção ao pretendido, que é que casos como estes não existam". "Não podemos ter uma atitude conformista mas também não temos que ter um discurso miserabilista e derrotista", acrescentou João Paulo Rebelo, em declarações aos jornalistas.

O secretário de Estado defende, ainda, que FPF e Liga "têm feito o seu trabalho" e apela ao combate aos fenómenos de violência recentes, apesar de enquadrar algumas situações dentro de uma "certa normalidade". "As coisas valem o que valem, são o que são, também não podemos dramatizar e exceder", concluiu.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Professor Martelo
    21 mar, 2017 Amaraleja 12:51
    Normaliadde? De que prisão veio este energúmeno para o Governo?