O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
|
A+ / A-

Elefante bebé "salva" amigo humano

19 out, 2016 - 00:33

Darrick Thomson fingiu que estava a ser arrastado pela corrente de um rio para testar a reacção do “pequeno” paquiderme Kham Lha. E o resultado foi surpreendente.
A+ / A-

Amigo do seu amigo, um elefante bebé fêmea não hesitou em atirar-se à água para resgatar o homem que lhe salvou a vida. A história aconteceu em Chiang Mai, na Tailândia.

Darrick Thomson, vice-presidente da Save Elephant Foundation, fingiu que estava a ser arrastado pela corrente do rio para testar a reacção do “pequeno” paquiderme Kham Lha. E o resultado foi surpreendente.

O homem gritou por ajuda e o elefante bebé atirou-se imediatamente ao rio. Só parou quando conseguiu alcançar o seu amigo humano e quando este já estava em segurança na margem do rio.

Tudo aconteceu no Parque Elephant Nature, um abrigo para estes animais ameaçados. O momento foi registado num vídeo que já conta com mais de cinco milhões de visualizações no Youtube.

Darrick ajudou a salvar Kham Lha e a mãe Bai Teoy, em 2015, e desde então os dois criaram laços fortes e tornaram-se inseparáveis. O bebé elefante gosta de passear pelo parque de “mãos dadas” com o seu amigo humano, que lhe dá banho no rio.

“Desde que salvou Kham La, Darrick passou muito tempo a tratar as sequelas mentais dela e deu-lhe amor. Ela criou laços fortes com ele e aceitou-o como membro da manada”, contam os funcionários do Parque Elephant Nature à CNN.

Esta fundação já salvou mais de 70 elefantes em perigo. Quem lá trabalha acredita que “se tratarmos um animal com amor, o animal vai retribuir com amor”.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Vera
    19 out, 2016 Palmela 19:30
    "amor com amor se paga".
  • Valha-nos Deus
    19 out, 2016 Coimbra 12:07
    Vi este filme na televisão. Dá que pensar e muito. AFINAL ONDE ESTÃO OS HUMANOS ?