O site da Renascença usa cookies. Ao prosseguir, concorda com o seu uso. Leia mais aqui.
|
A+ / A-

Segunda noite de confrontos em Charlotte leva a 44 detenções

22 set, 2016 - 19:49

Entre os feridos está uma pessoa em estado grave. Os tumultos começaram depois de a polícia ter atingido mortalmente um cidadão negro num parque de estacionamento.
A+ / A-
Estado de emergência na Carolina do Norte após segunda noite violenta em Charlotte

A polícia deteve 44 pessoas durante a segunda noite consecutiva de violentos protestos na cidade norte-americana de Charlotte após a morte de um afro-americano baleado pelas autoridades, anunciou o chefe das forças de segurança locais.

"Fizemos 44 detenções", afirmou em declarações à comunicação social o chefe da polícia de Charlotte (estado da Carolina do Norte), Kerr Putney, indicando ainda que nove civis ficaram feridos durante os protestos ocorridos durante a noite de quarta-feira e as primeiras horas da madrugada.

Entre os feridos está uma pessoa em estado crítico na sequência de um ferimento de bala.

Ainda em declarações aos 'media', Kerr Putney prometeu um reforço da segurança após duas noites consecutivas de tumultos naquela cidade, onde já chegaram elementos da Guarda Nacional.

Após os tumultos de quarta-feira, o governador do estado da Carolina do Norte declarou o estado de emergência naquela localidade.

"Declarei o estado de emergência e iniciei esforços para destacar a Guarda Nacional e a Patrulha de Autoestradas para apoiar a polícia local" em Charlotte, escreveu o governador Pat McCrory na rede social Twitter.

Os tumultos começaram na terça-feira à noite depois de a polícia ter atingido mortalmente Keith Lamont Scott, um cidadão negro de 43 anos, num parque de estacionamento.

Os agentes da polícia tinham-se deslocado ao edifício para executar uma ordem de detenção contra outro homem, que não encontraram.

Dias antes deste caso, uma polícia de Tulsa, no estado do Oklahoma, matou a tiro outro afro-americano, desarmado, cujo veículo se tinha avariado numa estrada. O incidente ficou registado em vídeo.

Estes dois casos, os mais recentes de uma série de mortes de afro-americanos às mãos da polícia, vieram reacender os distúrbios raciais nos Estados Unidos.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.