A+ / A-

Misericórdia do Porto lança plano de combate ao desemprego

12 set, 2016 - 12:37 • Henrique Cunha

A população mais carenciada e menos qualificada é o alvo do projecto, que envolve também a Segurança Social.
A+ / A-

A Misericórdia do Porto inicia esta segunda-feira o projecto Rede Local de Intervenção Social, que visa o combate à exclusão e procura de emprego.

O plano tem como objectivo o acompanhamento social da população mais carenciada e menos qualificada, na tentativa de encontrar alternativas de emprego.

O provedor da Santa Casa da Misericórdia do Porto, António Tavares, garante que “o objectivo não é substituir-se à Segurança Social”, mas antes “apoiar e complementar deficiências do sistema”.

A Segurança Social comparticipa o projecto e a Misericórdia investe, sobretudo, em meios materiais. O provedor diz que se “exige, acima de tudo, investimento em recursos humanos e em instalações”, ou seja, “um investimento mais em meios materiais do que em meios financeiros”.

“O serviço de proximidade e, em particular, o apoio domiciliário poderá ser alternativa ao nível o emprego”, diz António Tavares, apontando “populações com pouca ou baixa qualificação profissional” como o alvo do plano.

O projecto fica provisoriamente sediado na Rua das Flores e conta com dois pólos de atendimento descentralizados - em Cedofeita e em Massarelos.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.