A+ / A-

Maria Luís acusa Centeno de não acertar nas contas

29 jun, 2016 - 18:49

Questionada pelos jornalistas sobre as declarações do ministro alemão Wolfgang Schäuble, que admitiu um novo resgate a Portugal, a deputada do PSD não comentou e atacou Mário Centeno.
A+ / A-

A ex-ministra das Finanças Maria Luís Albuquerque acusa o actual responsável pela pasta, Mário Centeno, de não acertar nas contas.

Questionada pelos jornalistas sobre as declarações do ministro alemão Wolfgang Schäuble, que admitiu um novo resgate a Portugal, a deputada do PSD não comentou e atacou Mário Centeno.

“Eu quando era ministra das Finanças tinha obrigação de comentar esse tipo de declarações. Sugiro que peçam ao actual ministro das Finanças que comente as declarações. Ele não tem estado muito feliz em acertar contas ou em fazer previsões, mas tenho esperança que na reacção possa estar bem”, afirmou Maria Luís Albuquerque.

O ministro alemão das Finanças defendeu esta quarta-feira que Portugal deve pedir um novo programa de resgate.

Minutos depois, na mesma conferência de imprensa em Berlim, Wolfgang Schäuble voltou atrás e declarou que o Governo português pode não precisar de voltar a pedir ajuda desde que cumpra as regras e os compromissos com a União Europeia, nomeadamente as metas do défice orçamental.

O Governo português já reagiu. O Ministério das Finanças garante que não está a ser considerado qualquer novo resgate, acrescentando que o Governo está empenhado em cumprir as metas orçamentais.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • A.Moutinho
    30 jun, 2016 V.N.Gaia 23:37
    E a Sra acertou quando esteve no Governo?Porque enganou os portugueses quando lá esteve?Penso que o correto era manter-se calada.
  • VFerreira
    30 jun, 2016 Lisboa 16:40
    Julgo que essa senhora terá de voltar à escola, porque nem merece a atenção nas palavra que envia para o ar, esqueceu-se do seu comportamento quando esteve no governo, aliás todos eles se esquecem!
  • A cinica
    30 jun, 2016 pt 16:26
    Ri-te! Ri-te! Deves ter um grande espelho onde te miras a cada hora! É preciso uma grande latosa, quando deixou o defice que deixou e estamos a ser assediados pela UE, e pelo sr com quem foi fotagrafada ao estilo de "biblot", com sansões, devido às contas dela!
  • José
    30 jun, 2016 Braga 16:14
    Vá lá, não lhe empreste a sua fabulosa calculadora...Já tem idade para ter juízo...
  • Alberto Martins
    30 jun, 2016 Lisboa 11:53
    Eu gostei sempre das continhas "certinhas" desta senhora..." a devolução da sobretaxa será acima dos 35%"...BOLA...ZERO...Não Vale nada esta hipocrita...
  • Acacio Pita Negrao
    30 jun, 2016 Lx 08:52
    O maior problema desta senhora é que é uma mentirosa compulsiva
  • 29 jun, 2016 23:06
    Mas quem é que acredita no nosso 1ministro/ministro das finanças?! Só quem pertencer aos partidos derrotados no governo.
  • Pedro
    29 jun, 2016 Chamusca 20:52
    Muito boa!!!! Foi coisa que ela se fartou de fazer...o Centeno sempre vai cumprindo, já ela...
  • Carlos
    29 jun, 2016 Porto 19:33
    É preciso ter lata, esta senhora... Ela que não acertou um orçamento (foi sempre necessário apresentar retificativos), que deixou chegar o Banif à situação da possibilidade a de sanções, que esteve envolvida em algumas ppps das mais gravosas para o país, que aceita o emprego na empresa de gestão ativos tóxicos, vem mandar bitaites sobre o que quer que seja, por favor, haja decoro....