|
A+ / A-

Novo ministro da Administração Interna atestou idoneidade de Salgado

27 out, 2015 - 13:08 • João Carlos Malta

João Calvão da Silva foi um dos três juristas da Universidade de Coimbra a quem Salgado pediu um parecer que atestasse que tinha condições para continuar à frente do BES.

A+ / A-

O novo ministro da Administração Interna, João Calvão da Silva, foi um dos três juristas de Coimbra a quem Ricardo Salgado pediu um parecer que atestava a sua idoneidade para permanecer à frente do BES.

Calvão da Silva considerou que a “liberalidade” (14 milhões de euros) recebida pelo banqueiro do construtor José Guilherme se enquadrava no “bom princípio geral de uma sociedade que quer ser uma comunidade – comum unidade –, com espírito de entreajuda e solidariedade”.

Em causa estava o dinheiro recebido pelo então líder do BES através de uma "offshore" e que depois beneficiou da amnistia fiscal do Regime Excepcional de Regularização Tributária (RERT).

Esta análise de João Calvão Silva e outra, de Pedro Maia, também da Universidade de Coimbra, foram enviadas por Ricardo Salgado ao Banco de Portugal e levaram o governador Carlos Costa, segundo o próprio, a manter a idoneidade do ex-presidente do BES.

Ao "Correio da Manhã", à época, Calvão da Silva confirmou que deu um parecer a pedido do banco no final de 2013. O jornal dizia que o professor não se recorda da data, mas que se cingiu nos factos, ou seja, elaborou o parecer "em função dos elementos de que dispunha".

Confrontado pelo CM sobre os valores cobrados, Calvão da Silva disse não se recordar. Afirma, contudo, que em regra cobra entre 20 mil e 35 mil euros por parecer, conforme o caso, e "paga os impostos altíssimos" sobre esses valores.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Nekas
    30 out, 2015 Lisboa 06:37
    Isto é mesmo senvergonhice,recebeu(foi pago)para dar um parecer e não se lembra,belo ministro vamos ter,claro que idealmente deu parecer positivo em defesa do compadrio,então o Salgado deu cabo de um banco com nome centenário e ainda o querem ilibar.
  • F.C
    28 out, 2015 P.Varzim 17:53
    Sim senhor. Grande leitura visto por um catedrático acerca da idoneidade de alguém que logo depois deu um golpe tremendo na conta de milhares de famílias, deixando-as na miséria e, como se não chegasse; ainda os tribunais querem milhões e milhões em cauções para que o monstro caminhe livremente em vez de estar pendurado numa corda ou em prisão perpétua. Claro esses milhões que os tribunais exigem não deixa de ser dinheiro roubado ao pobre povo. Isto é um país liderado por bandidos.
  • E andam estes gajos
    27 out, 2015 lis 19:13
    direitolas, a atacar a esquerda, a caluniar, a denegrir, a lançar suspeitas, a insinuar, a intrigar...Claro que tudo isto é para camuflar estas coisas que eles vão fazendo!...que grandes pafosos!
  • mario
    27 out, 2015 Lagos 16:37
    novo ministro Administração Interna epá é tão bom vem lá até deu parecer de muito bom ao ladrão do Salgado e é isto que vem mandar nas forças todas e bombeiros etc , vamos ficar todos lixados nem mais fardas para ninguém, vá lá que deve ser sol pouca dura. GANDA TACHOS
  • figueiredo
    27 out, 2015 cacia 14:51
    Deu bom parecer ao Salgado?Lógico !...........................Pertencem todos à mesma equipa.
  • Luis Ribeiro
    27 out, 2015 Faro 14:45
    Vá lá que nao se lembraram do Oliveira e Costa para Ministro da Justiça!
  • Paulo
    27 out, 2015 vfxira 14:21
    Esta criatura foi de facto muito bem escolhida!por aqui se vê as "amizades" para se formar um governo,ainda bem que nada disto vai avante,para bem do país e do povo.
  • Pedro
    27 out, 2015 Beja 14:09
    Está bem que é só por cinco dias, mas podiam ter um pouco de respeito pelo pessoal.
  • sa dias
    27 out, 2015 13:52
    sempre votei CDS/ PSD- enganaram-me no tempo das reformas com 50 anos de contribuições e 62 de idade ainda tenho penalização. mandei um e-mail ao Ministro que nem respondeu. Não falam a verdade aos que os elegem, desta vez não votei neles..façam como eu é castigando-os que aprendem
  • Perfeito...
    27 out, 2015 Lx 13:37
    ...para cair daqui a 15 dias!